A Ideologia de gênero vai, cada vez mais, tirando a própria máscara e seu “vulto total” maléfico, anti humano e totalitário aparece aos olhos do homem comum: desajustes sociais, violências à personalidade, suicídios, sobretudo de jovens.

A Ideologia de Gênero ataca o ser humano em sua identidade mais íntima

“A diferença substancial da ideologia de gênero para as demais ideologias políticas está no foco do ataque. Enquanto as ideologias políticas buscam as massas, na esperança de conquistarem soldados fieis à causa, a ideologia de gênero ataca cada indivíduo em sua identidade mais íntima, transformando-os em cobaias de teorias sociais e psicológicas, fidelizando-os numa mentalidade antropológica totalitária, doentia e completamente ilusória”.

“Mas tentar enganar (contrariar) a realidade (sexo biológico) é um erro que cedo ou tarde cobra seus espólios. Uma pesquisa recém conduzida pelo Ph.D. Russell B. Toomey, da Universidade do Arizona-Tucson, afirma que 51% dos adolescentes que fizeram a transição a fim de “se tornarem homens ou mulheres” tentaram ao menos uma vez cometer suicídio. O estudo foi desenvolvido pelo Search Institute e publicado na revista Pediatrics; a pesquisa foi realizada com 120.617 adolescentes entre 11 e 19 anos”. (1)

  • * * *

Não é necessário ter estudos especializados para entender que a Ideologia de Gênero contraria frontalmente o Senso do Ser, ou seja, contraria o ser humano naquilo que mais intimamente o caracteriza.

Nosso clichê mostra Santa Terezinha, menina, com a corda de pular nas mãos. Do outro lado, um menino cossaco que toma as posturas próprias a um futuro militar. No centro, meninos e meninas de nossos dias. Personalidade, aptidões, qualidades tão marcadas, tão felizes (cheias do Senso do Ser). Como podem os mentores da Ideologia de Gênero quererem subverter a Ordem posta por Deus na natureza humana: criada à Imagem e Semelhança de Deus?

 

Há uma correlação natural entre as necessidades e as aptidões de cada ser vivo

Reduzindo a uma linguagem simples: “todo ser vivo – desde a mais modesta célula até um pássaro ou um leão – tem necessidades e é dotado de aptidões naturalmente destinadas à satisfação dessas necessidades.

“Assim, o pássaro ou o leão têm fome, e, por isto, o seu instinto lhes faz conhecer e apetecer o alimento apropriado. E o seu corpo tem os meios necessários para se apoderar desse alimento e ingerí-lo. Há, pois, uma correlação natural entre as necessidades e as aptidões de cada ser vivo”. (2)

Aplicando ao ser humano

Criados por Deus — “Deus os fez homem e mulher” — há uma correlação natural entre o homem, suas necessidades e suas aptidões; entre a mulher, suas necessidades e suas aptidões.

O sexo biológico está, pois, intimamente ligado às necessidades e aptidões tanto para o menino quanto para a menina. Isso se prova experimentalmente em bebês.

O Senso do Ser, a chave que desvenda e desmonta a Ideologia de Gênero

“A criança (desde o berço) nota não apenas que ela existe, mas que todo um mundo (exterior) existe. Ela passa a ter a noção do ser: “eu existo”, mamãe existe (e é outro ser).

Nisto consiste o senso do ser: as coisas existem, e formam um todo”. E “esse todo é congruente com o Universo”. (3) Em outras palavras, o Universo não é caótico. O ser humano tem uma profunda ordem (aptidões, necessidades, sexo), ele não é caótico como pretendem os fanáticos da ideologia de gênero.

O menino é menino, com aptidões de menino, necessidades de menino. Idem, a menina.

Violentar a Ordem Natural (ideologia de genero) é criar angústias, inseguranças, candidatos ao suicídio. É revoltar-se contra o Criador e a Ordem do Universo.

Nem Marx, nem Hitler ousaram ir tão longe em sua brutalização e violentação de identidade do ser humano.

(1) https://www.gazetadopovo.com.br/ideias/ideologia-de-genero-o-preco-do-suicidio-social-ideias/

(2) https://www.pliniocorreadeoliveira.info/FSP%201968-10-02%20Liberdade%20trabalho%20ou%20propriedade.htm

(3) https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LIV_Universo_Catedral.pdf

 

 

Deixe uma resposta