Imaculada Conceição: meditação preparatória (I)

0

A definição dogmática da Imaculada Conceição é um dos mais assinalados acontecimentos da história da Igreja. Uma soberba coluna erguida na Praça de Espanha, em Roma, consagra para sempre a memória deste fato tão glorioso a Maria.

As quatro colossais estátuas de Moisés, de Davi, de Ezequiel e de Isaías circundam o pedestal, e suas profecias evocam à mente o grande mistério definido por Pio IX.

Em Roma, 1857, o Pedestal da Imaculada

O referido pedestal é adornado com dois baixo-relevos. Um representa São José sendo advertido pelo Anjo, durante o sono, sobre o mistério da Encarnação; o outro, Pio IX proclamando o dogma.

Sob o primeiro baixo-relevo estão escritas as simples mas sublimes palavras da angélica saudação: “Ave, ó cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre todas as mulheres”.

Do lado oposto se lê:

Mariae Virgini Genitrici Dei

ipsa origine

ab omni labe immuni

Pius VIIII. P. M.

Insignis praeconii

fide confirmata

Decreto Q. D. S. VI ID. DEC.

AN. MDCCCLIIII.

PONEND. CURAVIT

AN. SUI PRINCIP. XII.

“À Virgem Maria, Mãe de Deus, imune de qualquer mancha desde sua origem, Pio IX, Soberano Pontífice, após haver confirmado com decreto de oito de dezembro, a fé neste insigne privilegio, pôs este monumento a expensas do universo católico, no décimo segundo ano de seu Sagrado Pontificado”.

Acesse o conteúdo em https://www.pliniocorreadeoliveira.info/Imaculadaconceicao_20131208_coluna_pracadeespanha.htm

Deixe uma resposta