IPCO ultrapassa 10 mil Posts: uma vitória conservadora no Brasil

0

O Site do IPCO ultrapassa 10 mil Posts. Queremos assinalar esse total relembrando a nossos leitores o nosso objetivo: “mobilização da sociedade civil, com vistas a preservar os pilares básicos da Civilização Cristã ameaçados pela Revolução anti-cristã”.

Doutrina e ação conjugados em defesa da Santa Igreja e da Civilização Cristã.

Amostragem de assuntos tratados

Alcance do conservadorismo brasileiro

Nosso Brasil, ainda uma grande parte de nossos compatriotas desconhece, é o berço do conservadorismo católico nas Américas.

Inúmeros estudiosos e pesquisadores do fenômeno conservador asssim o atestam. Nossa grande mídia há muito deixou de valorizar os grandes vultos nacionais, notadamente estamos frisando, aqueles que são conservadores. Se, além de conservadores, forem católicos militantes — como é o caso do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira — então, está decretada a exclusão.

Recordando, em rápidas pinceladas, o maior abaixo assinado contra a infiltração comunista na Igreja foi organizado pelo Prof. Plinio e levado ao sucesso pela dedicação de jovens da TFP: 1.600.368 brasileiros subscreveram esse Apelo a Paulo VI (1968).

Outro apelo ao público, pela libertação da Lituânia das garras soviéticas recebeu a adesão de mais 6 milhões de subscritos no Ocidente.

É bom recordar, são assinaturas colhidas diretamente na abordagem individual; nada por internet ou meios digitais.

Moral Majorities across the Americas

“O Conservative Revival, tanto em seus aspectos temporais quanto religiosos, foi estudado detalhadamente e profundamente por muitos intelectuais. Abunda a literatura acadêmica sobre o assunto. Mas havia um ponto que ainda não tinha sido suficientemente explorado: o papel do Brasil e, especificamente, do professor Plinio Corrêa de Oliveira na gestação e desenvolvimento dessa reação.

Para começar a preencher esse vazio, Benjamin A. Cowan publicou recentemente o livro Moral Majorities across the Americas. Brazil, the United States and the Creation of the Religious RightBrazil, the United States and the Creation of the Religious Right (University of North Carolina Press, 2021, 294 pp.). Formado em Harvard, o professor Cowan é docente de história na Universidade da Califórnia em San Diego.”

“No quarto capítulo, Cowan pretende “traçar o papel do Brasil como núcleo principal da rede que deu origem à Nova Direita transnacional”[12]. É preciso esclarecer imediatamente que a “Nova Direita” a que se refere nada tem a ver com a Nouvelle Droite européia, de matriz neopagã. Os alicerces dessa Nova Direita, segundo Cowan, eram o anticomunismo, a defesa dos valores morais e da cultura ocidental. A aversão comum ao comunismo – então o pior inimigo da civilização cristã ocidental – fez com que muitos grupos e movimentos tentassem unir esforços. Cowan mostra que a TFP teve um papel importante nisso: “O Brasil tornou-se uma pedra angular para a gestação e credenciamento [empoderamento] de personalidades e movimentos de direita, cuja importância ultrapassará as fronteiras nacionais”[13].”

https://ipco.org.br/o-resgate-da-tradicao-e-o-papel-de-plinio-correa-de-oliveira-na-constituicao-da-direita-religiosa-internacional/

***

Dezenas de Teses, Monografias, Doutorados — e centenas de livros — têm mostrado o alcance e a eficácia da ação de Plinio Corrêa de Oliveira na história do Ocidente.

O IPCO se orgulha de estar na esteira luminosa do conservadorismo católico e manter sua posição de ortodoxia, fidelidade e ação em prol do Brasil cristão.

Esse ainda será um grande País!

Deixe uma resposta