Islâmicos nigerianos martirizam cristãos em obediência ao Alcorão

Centenas de católicos estão sendo martirizados em covardes atentados perpetrados na Nigéria por uma seita islâmica denominada “Boko Haram”. A mídia não explica de onde vem esse grupo. Entretanto, seu líder, o Imam Abubakar Shekau, diz o que pensa até no Youtube:

“Todo o mundo sabe que a democracia e a Constituição são o paganismo, e que existem algumas coisas que Deus proibiu no Alcorão que não podem ser mencionadas, inclusive a educação ocidental! (…).

“Alá disse que nós devemos mostrar o caminho certo e abraçar a pessoa que não vai seguir Alá. Você [NR: dirige-se ao presidente da Nigéria] deve saber que o Jesus dos cristãos é um servo e profeta de Deus. Ele não é o Filho de Deus. A religião do cristianismo que você está praticando não é uma religião de Deus – é o Paganismo. Deus a desaprova. O que você está praticando não é religião.

Crianças martirizadas na festa de Natal 2011

“Além disso, vocês, cristãos, nos enganaram e nos mataram a ponto de comer a nossa carne como canibais. Estamos tentando forçar você a abraçar o Islã, porque é isso que Deus nos instruiu fazer. (…) É por isso que, como líder desta seita, eu digo que se arrependa, e vocês, cristãos, se arrependam!

“O caminho que estamos tomando é o caminho de Alá. Alá nos deu a vitória e temos feito o que nós queríamos fazer.

“Nós dizemos basta! Nós servimos a Alá (…), seguimos os princípios do Alcorão e, qualquer um que pensar que nós podemos lutar contra Alá, não deve achar que sua oração na mesquita pode salvá-lo. Qualquer muçulmano que pretender nos enganar e se esconder sob o manto da religião, se descobrirmos tal pessoa, não hesitaremos em eliminá-la. Sim, eu estou dizendo isso porque não leva cinco minutos para matarmos alguém do jeito que estamos sendo mortos. Nós seguimos os ensinamentos do Alcorão. Isto é o que Deus me disse para explicar”.

Pode-se sinceramente falar em ecumenismo com esses seguidores do Alcorão?