Luiz Veuillot: a sociedade precisa da regeneração moral

0

A reconstrução do Brasil pede, de nós católicos, a regeneração moral da sociedade. Aos governantes, pede a reorganização do País, que o farão da melhor maneira se preservarem os Valores Morais.

O Prof. Plinio aborda esse tema, citando Luiz Veuillot, polemista, ultramontano francês do século XIX, ardoroso defensor do Papado contra as injunções do Estado.

A chaga está nas almas

” … dizia Luiz Veuillot, e que muito melhor se aplica aos tempos atuais, quando a sociedade já chegou aos extremos que o grande pensador previa.

“A chaga está nas almas; a estas é que deve ser levado o remédio. Não se trata de reprimir, de aprisionar, de fuzilar; não se trata mesmo de organizar o trabalho dos braços; trata-se de organizar o trabalho das consciências. Enquanto a sociedade não fizer cristãos os homens que a perturbam, ela os terá como inimigos encarniçados e implacáveis. O bem-estar material, embora realizado como eles o pedem, não os moderará; do bem-estar moral que eles têm necessidade antes de tudo. A grande fome de que eles sofrem, e que nada pode saciar, é a fome do orgulho…”

A CNBB deveria fornecer o pão da alma

“Estas multidões que reclamam com tanta insistência o pão do corpo, têm principalmente necessidade do pão da alma, que elas não reclamam e que não se lhes oferece. O que elas querem não está no poder da sociedade conceder-lhe, pois o que elas querem não é possível neste mundo. ”

Recordamos, é o papel dos Bispos, do Clero: dar o alimento espiritual, a formação religiosa e moral. Infelizmente, o que vemos, com o pretexto da pandemia, é o asfixiamento dos católicos, o cerceamento do acesso aos Sacramentos.

Continua o Prof. Plinio:

“Eis Veuillot apontando aos homens, aos Católicos principalmente, o grande trabalho da recristianização da sociedade para que se estabeleça a verdadeira ordem. E esta vem primeiro dos próprios cristãos que devem viver como tais, para que suas palavras sejam corroboradas pelo exemplo de suas obras.”

***

Essa é a tarefa mais necessária que cabe aos católicos: trabalhar pela recristianização do Brasil, ou seja, catolicizar novamente a Terra de Santa Cruz.

Essa foi a obra de São José de Anchieta, do Pe. Manoel da Nóbreza, de tantos missionários que esgotaram seus esforços na formação e civilização de nosso povo.

A reação conservadora que se levantou no País a partir de 2015 quer o Brasil de volta, sim, o Brasil católico e conservador.

Por isso, afirmou o Prof. Plinio: A par da ação do Estado, “De outro, impõe-se um trabalho enorme de reeducação moral, que tem que recair sobre os ombros de todos os que bem orientados se sentem capazes de contribuir com sua parte para o bem-estar dos homens. E o mal que perturba a humanidade não está tanto nos corpos como nas almas, é muito mais moral que material.”

Deixe uma resposta