Guglielmo Marconi foi um físico e inventor italiano. Em língua portuguesa, é por vezes referido por Guilherme Marconi. Inventor do primeiro sistema prático de telegrafia sem fios, em 1896.

Em 1929, em reconhecimento por seu trabalho, recebeu do rei Vitor Emanuel II da Itália o título de marquês

Em 12 de outubro de 1931 acendeu, apertando um botão em Roma, as luzes do Cristo Redentor, na noite de inauguração da estátua.(*)

Duas rápidas observações sobre Marconi

“A primeira observação é importante. É preciso que se note que Marconi não deu ao mundo, tão somente, o exemplo de uma vida toda consagrada ao serviço da pátria e da ciência. Marconi foi, também, um católico modelar que prestou, dentro de um âmbito de sua especialidade, os mais assinalados serviços à Santa Sé, e que timbrou sempre em manifestar suas convicções católicas. Daí a particularíssima e afetuosa estima em que o tinha o Santo Padre Pio XI.

“Para as mentalidades atrasadas, que ainda pensam haver oposição entre a ciência e a religião, é muito oportuno o belo exemplo do glorioso cientista italiano, certamente um dos maiores homens que a Itália produziu no século XX.

* * *

“Noticiou-se, na imprensa diária, que Marconi era divorciado, e que se casou em segundas núpcias, quando ainda viva sua primeira esposa.

“É uma inverdade. Marconi não era divorciado. Seu primeiro casamento foi anulado pela Santa Sé, e que é o mais severo tribunal do mundo inteiro (**), a respeito de anulações de casamento. Digam-no os numerosos casaisinhos “grã-finos” de São Paulo que se divorciam e se casam novamente no civil, sem tentar sequer a anulação religiosa, convictos da inutilidade de seu dinheiro e de seu prestígio na inflexível corte de Roma.” https://pliniocorreadeoliveira.info/LEG7_370725_7DIAS_em_revista.htm

(*) Se bem que haja outra versão de que o mau tempo impediu a iluminação do Cristo Redentor, a partir de Nápoles, é fato inconteste que Marconi com suas descobertas teria sido capaz de efetuá-lo. Para nós, brasileiros católicos, é reconfortador saber que ao lado de Marconi estava o Papa Pio XI no ato da inauguração do Cristo Redentor, ainda que o mau tempo tenha impedido a efetivação de seu projeto.

(**) O Prof. Plinio escreve em 1937. Nos últimos anos houve uma tendência a ampliar os casos de anulação de casamentos remetendo-os aos tribunais diocesanos.

Deixe uma resposta