Lançamento do livro “Plinio Corrêa de Oliveira – Profeta do Reino de Maria”

    Capa do livro "Profeta do Reino de Maria", escrito por Roberto De Mattei
    Capa do livro “Profeta do Reino de Maria”, escrito por Roberto De Mattei

    No dia 3 de outubro, data em que fez 20 anos do falecimento do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, foi lançado o livro: “Plinio Corrêa de Oliveira – O Profeta do Reino de Maria” escrito pelo Prof. Roberto de Mattei.

    Com a presença de mais de 500 pessoas, o evento aconteceu no salão nobre do Club Homs, que fica na Av. Paulista, a mais importante de São Paulo,

    O  Prof. De Mattei já escreveu anteriormente uma biografia sobre Dr. Plinio intitulado “O Cruzado do Século XX” e também foi autor do best-seller “O Concilio Vaticano II”

    Nesta obra, o Prof. de Mattei mostra como o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira pode ser considerado um continuador, no século XX, da missão profética de São Luís Maria Grignion de Montfort.

    Segue abaixo a carta que Plinio Corrêa de Oliveira escreveu em 1929, quando tinha um pouco mais de 20 anos, a José Pedro Galvão de Souza, que inspirou o título do livro:

    Cada vez mais se acentua em mim a impressão de que estamos no vestíbulo de uma época cheia de sofrimentos e lutas. Por toda a parte, o sofrimento da Igreja se torna mais intenso, e a luta se aproxima mais. Tenho a impressão de que as nuvens do horizonte político estão baixando. Não tarda a tempestade, que deverá ter uma guerra mundial como simples prefácio. Mas esta guerra espalhará pelo mundo inteiro uma tal confusão, que as revoluções surgirão em todos os cantos, e a putrefação do triste século XX atingirá seu auge. Aí, então, surgirão as forças do mal que, como os vermes, somente aparecem nos momentos em que a putrefação culmina. Todo o ‘bas-fond’ [a parte mais baixa] da sociedade subirá à tona, e a Igreja será perseguida por toda a parte. Mas… ‘et ego dico tibi quia tu es Petrus, et super hanc petram aedificabo Ecclesiam meam, et portae inferi non praevalebunt adversus Eam’. Como consequência, ou teremos ‘un nouveau Moyen Age’ [uma nova Idade Média] ou teremos o fim do mundo.(…) Ao invés de imitarmos os Apóstolos que dormiam no Monte das Oliveiras, enquanto Jesus estava na iminência de ser preso, nós devemos vigiar e orar. Eis nossa principal tarefa. Prepararmo-nos para a luta, e preparar a igreja, como marinheiro que prepara o navio antes da tempestade” 

    Clique aqui para comprar seu exemplar