Meninos! “usem saias”; novo passo no preconceito contra o Criador

Qual o próximo passo ditatorial da agenda lgbt? A gradualidade é regra ardilosa do progresso do mal.

1

A Revolução caminha passo a passo … pedindo “apenas”: dê mais esse passo…

Estudantes do sexo masculino pressionados a travestir para “usar uma saia no dia de aula” na Escócia

“Se alguém tivesse dito, dez anos atrás, que a ideologia de gênero resultaria em meninos do ensino fundamental vestindo saias para ir à escola, eles teriam sido acusados ​​de ser preconceituosos e fanáticos por ódio”, comenta LifeSiteNews.

Qual o próximo passo ditatorial da agenda lgbt?

1o Passo: meninas proibidas de usar saias na escola

“ESCÓCIA (LifeSiteNews) – Há alguns anos, o Independent relatou que 40 escolas secundárias na Inglaterra proibiram as meninas de usar saias na escola. Outras escolas também estavam considerando a proibição de saias como parte de uma mudança para uniformes de gênero neutro que poderiam ser considerados mais inclusivos (sic) para a população cada vez maior de estudantes transgêneros.”

2o Passo: meninos, “usem saias na escola

Uma escola primária na Escócia adotou a abordagem exatamente oposta, pedindo que meninas e meninos fossem para a escola usando saias por um dia, como parte da campanha “Use uma saia para ir à escola”. A iniciativa do travesti segue o modelo de uma campanha espanhola semelhante (“La ropa no tiene género” ou “Roupa não tem gênero”).

“Um professor da Castleview Primary tweetou que “P6 tem aprendido sobre a importância de quebrar os estereótipos de gênero.”

Porta-voz do Conselho de Edimburgo aprova

Um porta-voz do Conselho de Edimburgo ofereceu seu apoio: “Como capital da Escócia, estamos totalmente comprometidos com a promoção da igualdade e da diversidade e estamos ansiosos para aumentar o respeito, a tolerância e a compreensão, especialmente em nossas escolas. Queremos garantir que todas as nossas escolas sejam inclusivas e que a Castleview esteja realizando um trabalho positivo para promover a igualdade em todas as suas turmas ”.

Funcionários aderem: Use uma saia na escola

Embora o travesti não fosse obrigatório, os funcionários da escola o encorajaram muito. “Lembrete gentil a todos os funcionários e alunos da @Castleview_PS de que amanhã é o Dia Use uma Saia na Escola”, tuitou um professor.

Pressão sobre os pais: “Um e-mail para os pais da Castleview Primary declarou que “Queremos que nossa escola seja inclusiva e promova a igualdade”. Em outras palavras, as crianças eram livres para não promover a igualdade e não ser inclusivas, e esse era seu direito. Mas a escola e os funcionários deixaram bem claro que aqueles que o fizessem seriam comemorados.

Deixe as crianças em paz”

Fotos de meninos desajeitados vestindo saias femininas logo apareceram nas redes sociais, causando repulsa geral. “Deixe as crianças em paz!” um usuário tweetou.

“Se alguém tivesse dito há dez anos que a ideologia de gênero resultaria em meninos do ensino fundamental vestindo saias para ir à escola, eles teriam sido acusados ​​de serem preconceituosos e fanáticos por ódio.”, conclui a notícia.

Revolução por etapas

É um processo, revolucionário, um passo a passo, explica o Prof. Plinio em seu livro Revolução e Contrarrevolução.https://www.pliniocorreadeoliveira.info/RCR01.pdf — “o processo revolucionário é o desenvolvimento, por etapas, de certas tendências desregradas do homem ocidental e cristão, e dos erros delas nascidos.”

“Este processo não deve ser visto como uma seqüência toda fortuita de causas e efeitos, que se foram sucedendo de modo inesperado. Já em seu início possuía esta crise as energias necessárias para reduzir a atos todas as suas potencialidades, que em nossos dias conserva bastante vivas para causar por meio de supremas convulsões as destruições últimas que são seu termo lógico.” (1)

Mania ou Necessidade? Um comentário muito atual

Comentando na secção Ambientes, Costumes, Civilizações: “lembremos de passagem quanto é antinatural e anormal que em qualquer circunstância e sob qualquer pretexto uma mulher pareça homem: absolutamente tão antinatural e tão anormal como se um homem parecesse mulher. A estranha mania de masculinização da mulher – e quanto haveria que dizer também sobre o efeminamento do homem! – penetrou igualmente no hipismo. É o que todo o mundo sabe e nossos clichês mostram com irrecusável evidência.” (2)

Esse comentário é de meados do século XX. De lá para cá a Revolução introduziu outros passos nessa sistemática igualdade. A Ideologia de gênero é a versão século XXI dessa igualdade. É o que vimos na recente campanha “Use uma saia para ir à escola”.

“Gradualidade”, regra ardilosa do mal

“Trata-se do princípio que chamaríamos da “gradualidade”. A corrupção, em sua longa marcha vitoriosa não fez saltos. Pelo contrário, soube progredir por etapas tão insensíveis que ninguém, ao longo da trajetória, prestava atenção ao deslizar das idéias, dos costumes e das modas. E com isto o caminho percorrido docilmente pela humanidade foi imenso…” (2)

A gradualidade é uma regra ardilosa no progresso do mal, comentou o Prof. Plinio. A ideologia de gênero se aplicam as palavras: “Pura e simplesmente uma monstruosa subversão da ordem natural.”

Só os ingênuos (não os promotores, mal intencionados) acharão que se trata de uma “novidade” ou “extravagância”.

***

A reação conservadora, sobretudo aquela que tem raízes religiosas e morais, lucraria muito em incorporar os conceitos de “gradualidade do mal”, de revolução “processiva” tão bem analisados pelo Prof. Plinio em Ambientes, Costumes, Civilizações — publicado recentemente pela Editora Petrus, em formato facilmente manuseável, paginação atraente, sobretudo, formação doutrinária viva e atual. (3)

Nossa Senhora Aparecida dê percepção, clarividência, forças à reação conservadora para fazer frente, com argumentos antigos e novos, a essa verdadeira revolução nos costumes que atenta diretamente contra a ordem posta pelo Criador: Ele os criou homem e mulher. (Gen. 5-2)

Fonte: https://www.lifesitenews.com/blogs/male-students-pressured-to-cross-dress-for-wear-a-skirt-to-school-day-in-scotland/

(1) Baixe o pdf gratuitamente https://www.pliniocorreadeoliveira.info/RCR01.pdf

(2) https://www.pliniocorreadeoliveira.info/ACC_1956_068_O_princ%C3%ADpio_da_gradualidade.htm

(3) https://livrariapetrus.com.br/produto/ambientes-costumes-e-civilizacao/


1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta