Jeannette Bougrab, ministra francesa da Juventude, declarou ao diário parisiense “Le Parisien” : “Eu não conheço islamismo moderado […] Não há sharia light”.

Sua observação coincide com a do eurodeputado Magdi Allam, convertido ao catolicismo.

A ministra está alarmada com as vitórias fundamentalistas nas eleições no Marrocos, Tunísia e Egito.

Para ela, a opção entre ditaduras de um lado e regimes fundamentalistas do outro, é como ter que escolher “entre a peste e o cólera”.

Ela falou não como ministra, mas como “mulher francesa de origem árabe”.

“Eu sou daqueles que acham que se podem proibir os partidos políticos que trazem perigo para a Constituição”.

A Europa está percebendo que alimentou alegremente o monstro nascido da “Primavera Árabe”, que agora se volta contra ela de punhal na mão.

 

9 COMENTÁRIOS

  1. É uma pena que muitas autoridades não percebem isso. Um povo que tem como a coisa mais sagrada um livro que manda fazer guerra, matar e morrer pela causa de um deus, só parece moderado onde ainda não conseguiu poder para dominar e impor seu pensamento aos outros. O simples fato de eles já estarem fazendo várias exigências em países onde já reuniram alguns milhares é um indício, ou melhor, uma evidência de que têm o desejo fazer o que fazem em países em que governam, obrigar toda a população a seguir seus costumes primitivos sob duras penas.
    http://joaodefreitas.com.br/islamismo-e-guerra.htm

     
  2. É verdade, se vc for ler o Alcorão e os Ditos do Profeta verá que todas as coisas horrendas que eles dizem ser resultado de “cultura dos paises do Oriente” e “interpretações extremistas” estão todas lá. O Alcorão não admite interpretação. O que está lá é isso mesmo.

     
  3. A missão do Obama foi essa; colocar o poder islâmico no controle desses países. Inclusive colocando os cristãos sob os pés daqueles radicais. Só não enxerga quem não quer.

     
  4. A bela ministra francesa, morena de origem árabe, está certíssima.
    Não existe islamismo moderado, tanto quanto não existe mulher levemente grávida.
    O que existe, isso sim, é islâmico que não se comporta plenamente como tal (e exatamente por isso é que fica PARECENDO moderado) e islamismo doutrinadamente “estratégico”, aquele que fica quietinho enquanto os muçulmanos são muito poucos no país e vai erguendo os gritos e demais atos típicos à medida que a população islâmica aumenta (nem precisa ser maioria numérica: basta ser um pouco expressiva para que eles tentem ser a maioria sociológica, a maioria em termos de poder e/ou intimidação).

     
  5. A civilização ocidental é filha da Igreja Romana, antes a Europa era o continente bárbaro, foi a Igreja quem cristianizou e civilizou esses povos, agora vai pagar caro pela apostasia.

    Tomara que ao menos aprendam.

     
  6. Infelizmente se cumpre um dito de Cristo, Muitos virão em meu nome e outros se proclamarão enviados por Deus . Maome, se auto proclamou profeta, e enganou a muitos. O próprio Cristo falou ! e eles acreditarão. A nação árabe , como todos sabem descedem de Abraão, mas se tornaram inimigos de Cristo, não todos é claro, mas se tornaram perseguidores do cristianismo, porque acreditaram nas mentiras de Maomé.

     
  7. “Eu sou daqueles que acham que se podem proibir os partidos políticos que trazem perigo para a Constituição”.

    Esta frase é fantastica e deveríamos adotá-la como slogan, tanto para o proximo ano politico quanto amplamente divulgada aos que se posicionam igualmente. Força mano!!

     
  8. A MInistra Francesa está correta. Aqueles que acham que existe islamismo moderado, são adeptos do “banditismo” light, ou seja, que desejam uma morte mais branda para os seus opositores.
    A verdadeira religião não compactua com a violência como o islamismo prega, e foi por isso que Cristo deixou Sua Glória nos ceus, para humilhando-se torna-se homem como nós, para mostrar na Cruz do Calvário que a verdadeira religião tem como “alimento da alma” o amor, o verdadeeiro amor que só Deus, através de Cristo pode colocar em nossos corações.
    Fora disso não há religião que agrade ao Deus verdadeiro.

     
  9. Se esse alerta, mais um, não nos fizer acordar, talvez durmamos para sempre pela espada da sharia muçulmana, aí já será tarde e a luta será maior para preservação dos restos de nossa civilização.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here