UE, União ou Ditadura? Por que a Polônia é discriminada?

A Polônia adotou uma postura conservadora, combate o aborto e a agenda homossexual: por isso é discriminada pela União Europeia.

0

“Bruxelas — A disputa entre Polônia e União Europeia desencadeou uma crise que ameaça as instituições do bloco.”

Qual o pecado “antidemocrático” da Polônia?

A UE macaqueia a ideia de Cristandade; leva para a Revolução

Já conhecemos o slogan midiático, que rotulou as manifestações populares de 7 de setembro, como atos “antidemocráticos”. Agora é a Polônia que aprovando leis antiaborto e contrárias à agenda LGBT é tachada de antidemocrática.

Democracia passa a ser sinônimo de Revolução, de marcha para a esquerda.

Continua a notícia: “O Tribunal Constitucional [da Polônia ], cheio de juízes leais ao governo, decidiu que a Constituição está acima da lei europeia em certos casos. A decisão é encarada como um ataque ao Judiciário e tem implicações gigantescas.” (1)

“Enquanto enche os cofres com dinheiro da Europa, o partido conservador Lei e Justiça (PiS), que governa a Polônia desde 2015, aprova leis antiaborto, políticas que restringem os direitos LGBT, loteia o Judiciário com aliados políticos e transforma os meios de comunicações públicos em ferramentas de propaganda do governo.”, ainda segundo notícia do Estado. (2)

“No centro da discórdia está a decisão do Tribunal Constitucional polonês, abarrotado de juízes leais ao governo nacionalista e antieuropeu, de colocar algumas leis polonesas acima do arcabouço jurídico da Europa. Os timoneiros da UE, especialmente Alemanha e França, ameaçam reter bilhões de euros que seriam destinados a Varsóvia.”

“Essa crise é muito maior do que a crise do euro, o Brexit ou a de migração, pois mina a fundação do bloco como um todo”, afirmou Heather Grabbe, diretora do Open Society European Policy Institute.”

A agenda ideológica da UE vai além da economia

O que diz o Site da UE: “Respeitar nossas diferenças faz parte de quem somos e de como nos relacionamos com os outros. Nossas democracias são construídas sobre a valorização da diversidade. No Dia Internacional contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia (IDAHOT), a UE reafirma o seu forte empenho em promover e proteger o gozo pleno e igual dos direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais, intersexuais e queer (LGBTIQ +). Nesta ocasião, iluminamos os edifícios da UE com as cores do arco-íris como um ato de apoio.”

Ser conservador não faz parte da “diversidade”? A UE criou o Dia Internacional dos conservadores?

E a diversidade dos Povos? O que faz a UE para que cada Nação seja ela mesma e não caia na padronização geral?

***

Continua o Site da UE, em sua agenda pró aborto, condenando a Lei dos Batimentos Cardíacos do Texas:

“O projeto de lei do Senado do Texas que você traz para a nossa mesa de discussão hoje, restringe o acesso aos serviços de aborto desde as 6 semanas de gravidez e, além disso, não faz, sem exceções, para gravidezes resultantes de incesto ou estupro, que podem ter sérias implicações para o saúde física e mental e bem-estar das mulheres afetadas.”

“Essa lei, que entrou em vigor em 1º de setembro, tem o potencial de barrar pelo menos 85% dos abortos no estado do Texas. Ele também usa um esquema de aplicação privada, incumbindo indivíduos privados de mover ações judiciais contra qualquer pessoa que forneça ou ajude um aborto, capacitando, na verdade, completos estranhos a interferir nas decisões de saúde mais privadas e pessoais de uma mulher.

“A Comissão e o Alto Representante confiam que as autoridades dos EUA tomarão todas as medidas necessárias para garantir que as mulheres no Texas tenham acesso a abortos seguros e legais e saúda a intenção do governo Biden de lançar um esforço governamental para esse fim.”

***

Tomando posição clara pró aborto, inclusive censurando iniciativas pró Vida como a lei dos batimentos cardíacos no Texas, promovendo a agenda lgbt, padronizando de modo nivelador as culturas nacionais a UE se declara a favor da Revolução igualitária e gnóstica.

Patrona da Nação polonesa

A Polônia e outras Nações estão reagindo face à essa ditadura da UE. E por isso, é tachada de “antidemocrática”.

Nossa Senhora de Częstochowa proteja a católica e resistente Nação polonesa.

(1) O Estado de S. Paulo, sexta-feira, 22 de outubro de 2021 — Poloneses criam crise existencial para Europa — Ishaan Tharoor, The Washington Post

(2) O Estado de S. Paulo, sexta-feira, 22 de outubro de 2021 — UE ameaça bloquear fundos após retrocesso democrático na Polônia

(3) https://eeas.europa.eu/topics/human-rights-democracy/98421/rainbow-colours-shine-brighter-hate_en

https://eeas.europa.eu/topics/human-rights-democracy/105259/united-states-speech-behalf-high-representativevice-president-josep-borrell-ep-plenary-texas_en

Deixe uma resposta