Mobilização vence a Laicidade na França: Calvário não será destruído

0
251

O Calvário de Plorec-sur-Arguenon não será destruído, vencem os franceses que se mobilizaram em defesa da Cruz, dos monumenos históricos.

Assim também venceu a restauração da catedral de Notre Dame pela mobilização dos franceses contra os planos revolucionários de Macron. Histórica contribuição para a fidelidade da restauração ao modelo original deu a TFP francesa lançando-se às ruas num amplo apelo popular.



“Em 5 de janeiro de 2021, Bitter Winter relatou que na vila francesa de Plorec-sur-Arguenon, na Bretanha, um tribunal ordenou a destruição do Calvário local (ou seja, o crucifixo monumental que lembra os transeuntes da crucificação de Jesus Cristo , um monumento comum no norte da França). Foi uma aplicação típica do princípio francês da laicidade (anti catolicismo, acrescentamos), muito nos noticiários nestes dias por causa dos debates sobre a nova lei sobre a religião “separatista”.”

Tribunal de Rennes decide pela destruição do Calvário

Como acontece também no Brasil, onde pequenos partidos de esquerda julgam ganhar publicidade investindo contra os Valores Morais, ou promovendo causas abertamente revolucionárias, na França, a “Federação secular humanista do Livre Pensamento” ingressou um pedido junto ao Tribunal Administrativo de Rennes, que em 18 de novembro de 2020 decidiu em seu favor e ordenou a destruição do Calvário, pois a sua existência em terras públicas violava ou princípio de laicidade.

Preservar um marco histórico, o Calvário de 1946

“Por unanimidade de votos, o Conselho do Departamento votou a venda do terreno onde fica o Calvário à Association pour la Conservation du Patrimoine de Plorec-sur-Arguenon, ou seja, ao grupo de particulares que em 2017 havia restaurado o Calvário às suas próprias custas.”

Os políticos locais mostraram mais bom senso do que um tribunal administrativo (Rennes), e este último confirmou que muitas vezes, em caso de dúvida, o princípio da laicidade é interpretado contra a religião na França.

Acentua BitterWinter que “o desejo de residentes locais em preservar um quadro histórico foi considerado pelas autoridades do Departamento”, ou seja, mobilizando vamos conseguir muitas vitórias. Fonte: https://bitterwinter.org/the-calvary-of-plorec-sur-arguenon-will-not-be-destroyed/

***

Assim, no Brasil, é à medida que os conservadores se mobilizem que freiaremos as audácias da Revolução contra a Família, a Propriedade, a Religião.

Saibamos usar a nossa força durante as presentes imposições de governadores e prefeitos fechando igrejas a pretexto do coronavírus. Assine nosso abaixo assinado: https://campanhas.ipco.org.br/abaixo-assinado-apelo-aos-bispos-do-brasil-para-que-abram-as-igrejas-1

***

A mobilização para restaurar Notre Dame, um exemplo de eficácia

     Tradição, Família, Propriedade (TFP) francesa faz “campanha para salvar Notre Dame da reconstrução modernista “maluca”” informa (LifeSiteNews), 3 de maio.

A tragédia do incêndio de Notre Dame comoveu o mundo. Uma nova batalha começa.

    “Das muitas iniciativas e petições que circulam para a preservação de Notre Dame de Paris “como era” antes do incêndio catastrófico que devastou a torre e o telhado – com sua moldura de madeira secular – da Catedral de Paris na segunda-feira da Semana Santa, a da “Tradição, Família e Propriedade” (TFP) talvez tenha sido a mais visível para o público comum”. https://ipco.org.br/tfp-francesa-levanta-os-estandartes-em-paris-a-favor-de-note-dame/

Deixe uma resposta