A Revolução gnóstica e igualitária (*) — tão bem descrita e combatida pelo Prof. Plinio Corrêa de Oliveira em sua obra Revolução e Contra Revolução — serve-se da pandemia do coronavírus para lançar um balão de ensaio: a chamada nova ordem mundial, mais ateia, mais igualitária, mais anti católica!

Nova Ordem Mundial, novo abismo para a humanidade

“Um abismo clama por outro abismo”, diz a Sagrada Escritura (Sl 42,7). A invés de reconhecer seu erro — que foi abandonar os ensinamentos perenes de Nosso Senhor Jesus Cristo —  os promotores da nova ordem mundial cavam a nossos pés outro abismo mais profundo.

Também, nós, que lutamos pela Contra Revolução, temos nossa meta pós coronavírus: a restauração do Reino Social de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Nossa meta não nasceu agora, como reação a essa manobra mundial, mas ela tomou contornos mais definidos, ela precisa ser mais sólida, mais profunda, mais duradoura.

Explica o Prof. Plinio: (convidamos nossos leitores a ir aplicando à fase pós coronavírus, 2020)

“1. O QUE RESTAURAR
Se a Revolução é a desordem, a Contra-Revolução é a restauração da ordem. E por ordem entendemos a paz de Cristo no reino de Cristo. Ou seja, a civilização cristã, austera e hierárquica, fundamentalmente sacral, anti igualitária e antiliberal.
2. O QUE INOVAR
Entretanto, por força da lei histórica segundo a qual o imobilismo não existe nas coisas terrenas, a ordem nascida da Contra-Revolução deverá ter características próprias que a diversifiquem da ordem existente antes da Revolução. Claro está que esta afirmação não se refere aos princípios, mas aos acidentes. Acidentes, entretanto, de tal importância, que merecem ser mencionados.
Na impossibilidade de nos estendermos sobre este assunto, digamos simplesmente que, em geral, quando num organismo se opera uma fratura ou dilaceração, a zona de soldadura ou recomposição apresenta dispositivos de proteção especiais. É, pelas causas segundas, o desvelo amoroso da Providência contra a eventualidade de novo desastre. Observa-se isto com os ossos fraturados, cuja soldadura se constitui à maneira de reforço na própria zona de fratura, ou com os tecidos cicatrizados. Esta é uma imagem material de fato análogo que se passa na ordem espiritual.
O pecador que verdadeiramente se emenda tem ao pecado, em via de regra, horror maior do que teve nos melhores anos anteriores à queda. É a historia dos Santos penitentes. Assim também, depois de cada prova, a Igreja emerge particularmente armada contra o mal que procurou prostrá-La. Exemplo típico disto é a Contra-Reforma.”
Em virtude dessa lei, a ordem nascida da Contra-Revolução deverá refulgir, mais ainda do
que a da Idade Media, nos três pontos capitais em que esta foi vulnerada pela Revolução”… https://www.pliniocorreadeoliveira.info/RCR.pdf

***

Esse é o nosso desafio para 2020. Se a Revolução quer a chamada Nova Ordem Mundial, mais ateia, mais igualitária, mais anti natural também a Contra Revolução deve refulgir ainda mais do que a Cristandade Medieval: não há imobilismo histórico.

É do que pretendemos tratar nos próximos artigos.

(*) https://www.pliniocorreadeoliveira.info/RCR.pdf

 

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta