O Natal na Sagrada Família e o “Contra Natal” do Mundo – Comentários de Plinio Corrêa de Oliveira

Como seria o Natal na Sagrada Família? É impossível que Nossa Senhora e São José não festejassem esse dia tão grande. Podemos imaginar o Menino Jesus deitado na sua caminha e Nossa Senhora e São José, à meia noite, se aproximando e adorando no silêncio… Em certo momento, Ele acorda, abre os olhos… Que olhar! Abre os braços para ambos e os abre em forma de cruz. Que previsão! Eles se aproximam, Lhe osculam os pés e Ele vai de encontro a eles e os abraça! Os beija. Podem imaginar que impressão? Era o Natal na Casa que atualmente está em Loreto: a Casa de Nazaré.

Com efeito, desde o final do século XIII a Santa Casa, transportada miraculosamente pelos Anjos, encontra-se na Itália. Tal portento hoje é fartamente documentado, segundo não só a crítica histórica, mas análises científicas feitas conforme modernos métodos.
Neste “Santo do Dia” (21-12-1984), o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira tece hipóteses como se daria o último Natal: “Talvez se faça um contra-Natal, feito de blasfêmias, de imundícies e de opróbrios de toda ordem. Talvez, se faça um contra-Natal, é isto perfeitamente possível”. Lamentavelmente, porém, nesse dezembro de 2019 já estamos presenciando um pipocar de blasfêmias a propósito do Nascimento de Nosso Divino Redentor, em várias partes do globo… enquanto nossos irmãos na Fé, em diferentes partes da Terra (na China, por exemplo) são perseguidos por praticarem a religião Católica!

Para ouvir ou ler muitas outras matérias sobre o Santo Natal de autoria de Dr. Plinio, basta clicar em: https://www.pliniocorreadeoliveira.info/Especial_Natal.htm

Deixe uma resposta