CãoSeria o caso de chorar sobre o mundo atual como outrora Jesus Cristo chorou sobre Jerusalém? Motivos não faltam. É só atentarmos para a multidão de horrores que se cometem, quer individualmente, quer através dos governos, das legislações, de atos judiciais, e até mesmo internamente na Igreja por representantes altamente qualificados.

Presenciamos um processo acelerado, não apenas de descristianização da sociedade, mas de imposição de falsos valores pagãos. Com a consequente perseguição, ainda incipiente mas que vai se avolumando, de quem quiser permanecer fiel aos ensinamentos autenticamente católicos. Médicos e enfermeiras obrigados a colaborar na prática do aborto e de operações contra a natureza; juízes e cartórios coagidos pela lei a ratificar divórcios e pseudo-casamentos; professores constrangidos a impingir a seus alunos doutrinas e práticas que pervertem suas mentes infantis; e por aí afora.

Diante de tantas pressões e ameaças, muitos cristãos temem, tremem, e acabam por apostatar. Falta-lhes a coragem dos mártires e a intrepidez dos confessores da fé. Sobretudo falta-lhes pedir a Deus, por meio de Nossa Senhora, a graça da perseverança, pois, se o fizessem, esta não lhes seria negada. Talvez seja esta apostasia a face mais sombria e dilacerante da presente paganização. Tanto mais que não se trata apenas de indivíduos esparsos, mas de toda uma civilização que opta pelo abandono da Lei de Cristo.

PorcasO Apóstolo São Pedro, ciente das obrigações inerentes a seu elevado múnus de Papa, o primeiro da História, já naquela época advertia os fiéis sobre os terríveis males da apostasia. Suas palavras candentes, ele as quis deixar registradas em uma de suas epístolas:

“Se aqueles que renunciaram às corrupções do mundo pelo conhecimento de Jesus Cristo nosso Senhor e Salvador, nelas se deixam de novo enredar e vencer, seu último estado torna-se pior do que o primeiro.

“Melhor fora não terem conhecido o caminho da justiça do que, depois de tê-lo conhecido, tornarem atrás, abandonando a lei santa que lhes foi ensinada.

“Aconteceu-lhes o que diz com razão o provérbio: ‘O cão voltou ao seu vômito; e: A porca lavada volta a revolver-se no lamaçal’” (II Pedro, 2, 20-22).

6 COMENTÁRIOS

  1. Carmen Lucia Xavier,

    Prezada Sra. Carmen,
    Obrigado pela citação e pelo estímulo! Só acrescento, ainda, ao nosso favor, que temos o Espírito Santo do nosso lado, quando buscamos a retidão e a justiça! Não temos o que temer!
    Atenciosamente,
    H.MALOZZI.

  2. “Quem é de Deus escuta as palavras de Deus”. Depois o Senhor Jesus voltou-se para certas pessoas descrentes e disse: “Por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus”. Não se pode impor a fé cristã às pessoas, visto que a ação de trazer o pecador a Cristo pertence exclusivamente a Deus.

  3. Verdade

    os valores está se deteriorando mas não por mera apostasia, mas por estarem sendo impostas pelo poder dominante.

    A Consciência já não é mais a nossa diretriz. ou repensamos ou seremos engulidos.

  4. Amigos, segundo Epicteto, que viveu como escravo romano por volta do ano 55, “a sabedoria é mais que o saber”.
    Esta afirmação, além da sua simples proposição filosófica, é muito mais profunda do que pode parecer, em razão de significar a sabedoria a LUZ que recebemos do nosso Criador. Isso mesmo! A sabedoria é a Lucidez, enquanto a falta dela é, simplesmente, a INSANIDADE e a LOUCURA que domina o OBSCURO mundo das FALSIDADES atuais!
    Qualquer sobrevivente nesta face de terra que nos “acolhe”, por menos inteligente que seja e a menos que seja LOUCO e INSANO, SABE EXATAMENTE o que precisa ser feito e o que NÃO!
    Outro brilhante pensador e LUTADOR pelas causas da JUSTIÇA, o Pastor Martin Luther King Jr, também dizia: “o que me assusta não é o grito dos maus mas o SILÊNCIO DOS BONS”, o que, em última análise significa dizer que nós, OS BONS (?), devemos parar de nos ACOVARDAR e agirmos com mais CORAGEM e COMPETÊNCIA, a fim de ERRADICARMOS o MAL, que tanto nos ATORMENTA.
    Se os maus gritam devemos falar mais alto ainda!
    Se a obscuridade domina é porque a nossa luz é fraca para esclarecer o ambiente que nos cerca!
    Precisamos acreditar mais na nossa força, que é a força daquele que nos ILUMINA!
    Mais CORAGEM e menos COVARDIA!
    H.MALOZZI

  5. Horrível situação de uma nação outrora tão católica como o Brasil. Uma vez rejeitada a fonte de todo o bem se debate no lodaçal da corrupção moral e perdeu o rumo. É só olhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome