Em plena IIa Guerra, houve, em 1942, o Congresso Eucarístico Nacional, em São Paulo, para o qual concorreu meio milhão de pessoas.

A generosidade dos fieis, para a confecção de um Ostensório de porte, à altura do Congresso, bem se expressa nesta carta transcrita pelo Legionário.

“O sr. Antonio Vasques Netto, remeteu um precioso donativo aos encarregados desse serviço, fez agora acompanhar uma carta, de cujo conteúdo, a seguir, transcrevemos um trecho:

“Na impossibilidade de contribuir com um donativo grande, resta-me o consolo de fazer diversos pequenos. Já fiz o primeiro, volto para o segundo e confesso a minha profunda emoção. Passo às suas mãos essa linda moeda brasileira e antiga da classe popularmente chamada “Libra Esterlina do Brasil”.

“Antigamente, havia o interessante costume de se colocar uma moeda de ouro no primeiro banho do recém-nascido. Assim, diziam os antigos paulistas, quando ele se tornar um homem, num misto de saudade e respeito, concretizável nessa moeda, a quadra feliz dos dias primeiros de sua vida e a assistência áurea que lhe deram os seus bons pais.

“Linda usança essa que, como muitas outras peculiares à nossa gente, foi tragada pelo modernismo dos séculos que correm, nos quais só há interesse pela riqueza, poderio, luxo, festas, futilidades etc., não se cuidando do coração e da alma, causas que estão “fora da moda”, caminhando-se assim a passos gigantescos para o desaparecimento da fé.

“A moeda que ofereço, é a de meu primeiro banho. O seu valor real e histórico é muito grande e o estimativo é incalculável. Não me desfaria dessa moeda por preço algum, e a considero como o mais valioso dos poucos objetos que possuo: nela está gravada, nítida e suavemente um “fac-símile” do meu coração, a imagem dos meus queridos pais, ora em descanso na paz do Senhor.”  https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG_400908_custodia_Congresso_Eucaristico.htm#.XiZAQchKiUk

  • * * *
  • Assim era a generosidade de outrora para com um Congresso Eucarístico Nacional; naquele tempo não havia Teologia da Libertação e a linguagem, os gestos e a Fé eram genuínas como atesta essa Carta de 1940.
  • A que nos reduzirão o Progressismo, a Teologia da Libertação rumo a não se sabe que abismos com os projetos do Sínodo da Amazônia cultuando a Pachamama até nos Jardins do Vaticano.

Deixe uma resposta