As paróquias católicas tradicionais crescem enquanto decai o número de católicos nos EUA.

O Sínodo da Amazônia deveria refletir sobre isso, e reflexão profunda, objetiva, sincera à procura da solução para a diminuição das vocações sacerdotais.

O Sínodo se esqueceu tambem de avaliar a queda quantitativa de fieis que frequentam a Igreja, batizam seu filhos, casamentos religiosos etc.

“Um abismo atrai outro abismo”

Em vez de reconhecer que a causa da queda de vocações e da queda do número de fieis católicos, tem sua origem  nos desvarios progressistas — e se acentuou muito após o Vaticano II — o Sínodo se precipita em outro abismo procurando solução nas diaconisas e ordenação de homens casados.

Ora, as pesquisas em todo o Ocidente mostram que a procura do rito tradicional (São Pio V) tanto da parte de seminaristas, quantos simples fieis, cresce. E isso apesar da oposição de alguns bispos em atender o pedido de sacerdotes e fieis embasados no  MOTU PROPRIO SUMMORUM PONTIFICUM, de Bento XVI, em 2007.

“As paróquias católicas tradicionais dirigidas por uma sociedade de sacerdotes (Fraternidade São Pedro) estão crescendo nos Estados Unidos, desafiando a tendência de declínio (por causa do progressismo, acrescentamos nós) na igreja americana” que vem de décadas.

Poderíamos citar outras, entre elas, o Instituto de Cristo Rei e Sumo Sacerdote, com presença na Europa, na África, nas Américas.

“A Fraternidade Sacerdotal de São Pedro, uma sociedade de sacerdotes dedicados a celebrar a forma tradicional latina da liturgia católica, relata grandes aumentos na participação na missa dominical” – fruto da atração que o Rito tradicional exerce sobre os fieis.

A notícia do washingtonexaminer.com/news/traditional-catholic-parishes-grow-even-as-us-catholicism-declines – cita exemplos americanos em Los Angeles (dobrou o número de fieis), na Flórida, também, um aumento de 20%. Coeur d’Alene, Idaho aumentou cerca de 29% nos últimos dois anos, enquanto a paróquia em Atlanta cresceu 30% no ano passado.

* * *

Esse fato — a volta aos valores tradicionais católicos — é universal. Lamentamos a cegueira da Eco-Teologia, da Teologia da Libertação e do Sínodo da Amazônia que pretende impingir até em nossos índios um novo rito (com o ídodo Pachamma) que se aparta da pregação do Evangelho, da Conversão ao Catolicismo, da Salvação Eterna de suas almas.

“Abyssus abyssum invocat”: Um abismo chama outro abismo. (Sl 42, 7)

Fonte: https://www.washingtonexaminer.com/news/traditional-catholic-parishes-grow-even-as-us-catholicism-declines.

 

Deixe uma resposta