Sr Dr Plinio 127, AmparoDada a atualidade da matéria em função do recente plebiscito na Inglaterra sobre sua saída da União Européia o site pliniocorreadeoliveira.info agrupou em uma página especial com várias matérias do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira sobre a questão da União Européia, (http://www.pliniocorreadeoliveira.info/Especial_UE.htm)  de modo a facilitar a nossos visitantes a consulta a tais documentos. À medida que novas matérias sejam identificadas ali serão postadas.*


Unificação européia na encruzilhada / Há mais de 70 anos, o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira já colocava os termos da candente questão atual: a União Europeia, ou se dará de modo autêntico, na senda de Carlos Magno, sob o influxo da Igreja Católica, ou será um estágio revolucionário e laico para a construção da República Universal.

1950 – Almoço no Automóvel Clube de Paris com um Conde de “X”, durante o qual este último apresentou todo o plano para a formação da Europa unida, com algumas décadas de antecedência de sua realização / Extratos da obra “Minha vida pública”.

1952-02 – A Federação Européia à luz da Doutrina Católica – “Não obstante certos períodos de crise, o Sacro Império teve grandes eras de glória, e sua estrutura serviu de fato para exprimir o ideal cristão de uma grande família de povos, unida à sombra maternal da Igreja, para manter a paz, a Fé, a moral, para defender a Cristandade, e apoiar no mundo inteiro a livre pregação do Evangelho”.

1972-05-10 – Federação Urais-Lisboa – Pan-Europa – “União” Européia / A História mostra que os Moloques jamais fizeram a felicidade de ninguém.

1991-08-25 – A TFP diz NÃO a Maastricht / Uma construção antidemocrática, de rumos desconhecidos – A burocracia de Bruxelas: super-poder sem contacto com o eleitorado massificado – Ação sobre as consciências

1992-09 – Comunidade Européia: campanha da TFP francesa em defesa da soberania das nações

1992-11 – Prof. Plinio faz declarações a rádios francesas explicando porque é contra a unificação de grandes blocos de nações / Deve-se evitar a “abolição de toda pátria e de toda nação, sob um conjunto que me parece absolutamente antinatural e indesejável”.

Español:

1992-11-19 – Con Maastricht… España desaparece como nación independiente – TFP-Covadonga pide un referéndum / En juego la supervivencia de España como nación soberana – Atentado mortal contra la identidad cultural de España – Silencios y oscuridades de Maastricht – Conflictos con inmigrantes de costumbres diferentes – El laicismo de Estado en un dilema irresoluble – La enseñanza religiosa en las escuelas – Desdén comunitario hacia la opinión popular – Un tratado ininteligible – Rumbo a un super-gobierno mundial y a un dominio policíaco – TFP-Covadonga manifiesta su viva convicción de que esta propuesta de referéndum, no ha de ser despreciada por quienes, tantas veces han ostentado su carácter de demócratas.

Unificación europea en la encrucijada / Hace más de 70 años, Plinio Corrêa de Oliveira ya colocaba los términos de la candente cuestión actual: la Unión Europea, o se dará de modo auténtico, en la senda de Carlomagno, bajo la influencia de la Iglesia Católica, o será una etapa revolucionaria y laica para la construcción de la República Universal.

Italiano:

* 1992-2012 – Maastricht vent’anni dopo: perdita della sovranità nazionale – Sovranità culturale – Sovranità monetaria – Repubblichette islamiche – Un sistema antidemocratico – L’utopia di un governo mondiale

Français:

1991-08-25 – La TFP dit “NON” à Maastricht – Un traité illisible : peut-on l’approuver ? / Une souveraineté en lambeaux n’est pas une souveraineté : c’est un leurre – La souveraineté exige l’intégrité culturelle du pays – La souveraineté nationale part en lambeaux – « Veillez, par tous les moyens à votre disposition, sur cette souveraineté fondamentale que possède chaque nation en vertu de sa propre culture » (Jean-Paul II, à Paris) – « II y a beau temps qu’il y a eu des transferts de souveraineté de la France à l’Europe, c’est-à-dire à la Communauté » (François Mitterrand) – Aggravation de l’épineux problème de l’immigration – Une construction foncièrement anti démocratique – Des super-pouvoirs en gestation évoluant vers une physionomie inconnue – Un empilement de problèmes non résolus – Conditions pour la création d’une Union européenne authentiquement démocratique – Pouvoirs absolutistes de la Commission – « Toute nomenklatura attire des désaccords et des mécontentements que seules la censure et l’hypertrophie de l’appareil policier peuvent contenir » – Election des autorités sans participation populaire – L’eurocratie de Bruxelles : une soucoupe volante sans contact avec le sol électoral – Massification sous un super-gouvernement policier – Derrière Maastricht, l’utopie d’un gouvernement mondial – Un utopisme qui ne désarme pas même devant l’échec soviétique

1992-11 – Déclarations enregistrées pour des radios françaises à propos du traité de Maastricht


http://www.pliniocorreadeoliveira.info/Especial_UE.htm

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO Brexit e o ocaso do Ocidente
Próximo artigoDois estilos, dois modos de ser
Instituto Plinio Corrêa de Oliveira
O Instituto Plinio Corrêa de Oliveira é uma associação de direito privado, pessoa jurídica de fins não econômicos, nos termos do novo Código Civil. O IPCO foi fundado em 8 de dezembro de 2006 por um grupo de discípulos do saudoso líder católico brasileiro, por iniciativa do Eng° Adolpho Lindenberg, seu primo-irmão e um de seus primeiros seguidores, o qual assumiu a presidência da entidade.

2 COMENTÁRIOS

  1. SE O GRANDE APÓSTOLO DR PLINIO CORREA ESTIVESSE ENTRE NÓS E DEPARANDO-SE COM TANTAS ABERRAÇÕES, COMO INTERPELARIA OS CULPADOS!
    Dá para se ter uma vaga ideia de como empreenderia suas ações, vendo que o mundo está na contramão da fé católica e, a começar de dentro do Vaticano, pior ainda, onde se concentram seus maiores inimigos dela, a começar de clérigos, não poucos, até travestidos de Altos Hierárquicos!
    Assim, desde sua partida, o mundo deteriora-se muito mais rapidez – doravante será cada vez mais envolvido no niilismo por causa das tecnologias massificantes por causa de uma fé decadente por incuria – enquanto elas indo aos poucos dominando as mentes!
    “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.
    Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais”. Ef 6 11-12.
    Ao invés de os homens controlarem a tecnologia e a colocarem a serviço do bem de todos, os “donos das altas finanças” estão a dispondo a serviço deles, do anticristo!
    A questão da União Europeia – designação ideal seria Mafia Europeia – certamente denunciaria ostensivamente, apresentando seus macabros planos camuflados de ” integração entre nações, facilitação de comercio” e outros engodos!
    Ao contrario, denunciaria tratar-se à realidade de um esquema, no qual urdiam os planos para implantação de um futuro GOVERNO MUNDIAL da NOM, das mesmas modalidades dos totalitaristas e material-ateístas comunonazitascistas, tendo por patrocinadora a Maçonaria!
    No caso Brasil, enfrentaria a esquerdista Teologia da Libertação a serviço dos vermelhos, uma CNBB que tem estado como um dos tentáculos dos comunosocialistas, caso agora do explícito apoio ao ramo pior desses, do modelo marxista do trotsky-stalinismo, o adotado pelo conspirador PT, e a suposta Conferencia Episcopal católica, ainda se indispondo contra o impeachment da peçonhenta Dilma vinculada à seita da cobiça e da inveja dos bens alheios!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome