“… não é simplesmente, segundo o relevo que lhes dá a maioria dos jornais, que se pode adquirir uma noção exata da importância dos diversos acontecimentos”.

Há uma “Importância real” e há uma “importância midiática” (publicitária) escrevia o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira para a “Folha” em janeiro de 1979; eis um critério seguro para orientar a reação conservadora no Brasil, em 2019.

* * *

Nesse 13 de dezembro, — aniversário do nascimento do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, — recordamos a nossos leitores uma preciosa diretriz para avaliarmos a reação conservadora, a reação em favor dos Valores Morais — que a Mídia esconde — e que os bafejados “cientistas políticos” fingem não perceber.

O Prof. Plinio sempre afirmou que o povo é conservador e avesso às esquerdas; a midia, a inteligentzia, os figurões da política, pelo contrário sempre bafejaram as ideias de esquerda.  As reações populares, nas principais cidades brasileiras, a partir de 2015 provam que o Brasil é conservador e anticomunista.

    Façamos justiça a um brasileiro que ousou levantar-se contra a Revolução

As teses essenciais da luta contra revolucionária, empreendida por Plinio Corrêa de Oliveira, estão expostas no livro Revolução e Contra Revolução.

Publicado em 1959, esse estudo deu solidez doutrinária e diretrizes para a ação — aos sócios e cooperadores da TFP brasileira. A tradução em várias línguas permitiu a expansão da TFP em dezenas de países do Ocidente.

Claro, Fidel Castro nunca permitiria uma TFP em Cuba; nem a Rússia de Kruchev ou Gorbachev, nem a China de Mao.

De passagem, um ótimo teste para Xi Jinping, Dias Carrel, ou Putin: permitiriam eles a publicação do livro Revolução e Contra Revolução em seus países?  Baixe o pdf gratuitamente:  https://pliniocorreadeoliveira.info/RCR.pdf

Um livro atual, documentado, inédito: “Minha Vida Pública”

Importância real, importância publicitária: voltamos ao início de nosso artigo.

Plinio Corrêa de Oliveira conseguiu, apesar do silêncio da maior parte da grande midia, afirmar-se no panorama nacional e em largos setores internacionais a ponto de ser a referência em matéria de Revolução e Contra-Revolução.

Mais de mil publicações — extra muros — incluindo universidades, estudiosos, peritos, clérigos progressistas, atestam essa eficácia e liderança na luta contra o socialismo, contra o comunismo, contra essa direita falsa que foi o nazi-fascismo.

Todo esse material está devidamente catalogado, ordenado, classificado: são documentos para a História.

Acrescente-se, como católico militante e fiel a Roma, foi ele o maior lider contra a esquerda católica. Seu trabalho “A política de distensão do Vaticano com os governos comunistas Para a TFP: omitir-se? ou resistir?” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/MAN%20-%201974-04-08_Resistencia.htm publicado na grande imprensa, deu convicções, segurança e alento aos católicos desgostosos e angustiados com a politica de distensão, com os paises comunistas, operada por Paulo VI.

Mas, isso nos levaria muito longe, além dos limites de um artigo.

Recomendamos ao leitor a recente publicação, “Minha Vida Pública”, um livro-documentário digno de ser registrado nos Anais da História.

São fatos, isso basta.

* * *

Brasileiro, anti socialista, anticomunista faça justiça a seu País. Aqui estão as “armas” poderosas da contra guerra psicológica movida pela mídia de esquerda.

Reconstruir o Brasil, sobre os pilares dos Valores Morais, requer profundidade, princípios, coerência e acerto na ação.  A Providência nos deu um lider, leia suas obras.

Se a Midia não reconhece, pior para a midia. A realidade dos fatos aí está.

 

Deixe uma resposta