04 de junho

1561: – Um raio destrói a catedral de São Paulo, de Londres, tornada protestante.

1783: – Na França, os irmãos Montgolfier realizam a primeira viagem em globo aerostático da História.

1789: – Morte do Delfim, primogênito de Luís XVI, e irmão maior do futuro Luís XVII.

1873: – Proclamação da I República espanhola.

1910: – Na Prússia, o Parlamento aprova, com votos contra dos centristas, conservadores e poloneses, a incineração de cadáveres.

1920: – No fim da I Guerra Mundial, os aliados e a Hungria assinam o Tratado de Trianon, o qual delimita as fronteiras entre Checoslováquia, Rumânia e Yugoslavia.

1932: – No Chile, Marmaduque Grove lidera um golpe de Estado que proclama a República Socialista do país.

1932: – Em Barcelona é decidido instalar fornos crematórios nos cemitérios da cidade, para incineração de cadáveres.

1936: – Instauração do 1º governo socialista na França.

1940: – Na II Guerra Mundial, termina o resgate das forças aliadas em Dunquerque.

1942: – Ainda na II Guerra Mundial, começa a Batalha de Midway, na Oceania, no oceano Pacífico.

– Morre em conseqüência das feridas sofridas em atentado em Praga, Reinhard Heydrich, comissário geral da Gestapo nos territórios ocupados pela Alemanha.

1943: – Constitue-se em Argel o Comitê Francês de Liberação Nacional, presidido por Charles de Gaulle e Henri-Honoré Giraud.

1944: – Durante a II Guerra Mundial as forças aliadas entram em Roma.

1946: – Na Argentina, assume em sua primeira presidência, João Domingos Perón.

1959: – Os comunistas que tomaram o poder em Cuba, expropriam as refinarias e as plantações de açúcar dos americanos.

1989: – Repressão militar do movimento pró-democracia da Praça Tiananmen, em Pequim. Centenas de pessoas morrem, e milhares de outras são presas ou exilam-se.

1989: – O movimento Solidariedade vence as eleições na Polônia.

Rodrigo Granda (E), considerado o chanceler das FARC, foi libertado a pedido de Sarkozy. (Foto: AFP)

1998: – O governo peruano, em sua totalidade, apresenta sua demissão ao presidente Alberto Fujimori.

2000: – Os líderes das duas grandes potências nucleares, Bill Clinton e Vladimir Putin concordam, em Moscou,com a destruiçãode 68 toneladas de plutônio, e sua reconversão para usos pacíficos.

2002: – O governo italiano de Silvio Berlusconi logra aprovar no Parlamento, a nova lei de imigração, num texto que endurece as medidas legais contra a chegada de estrangeiros ao país. Isso foi qualificado de “racista”, pela oposição.

2007: – O Governo colombiano libera o guerrilheiro Rodrigo Granda, o chanceler das FARCs no país.

Deixe um comentário!