Em entrevista ao Canal do Boi, em março de 2012, o Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança fala sobre o novo Código Florestal Brasileiro.

Assista ao vídeo e entenda porque este Código Florestal como hoje está escrito não pode ser aprovado, pois seria a ruína da agricultura no Brasil.

14 COMENTÁRIOS

  1. Como pecuarista e morador do litoral já assisti ao desaparecimento, na praia que frequento, dos peixes que eram pescados,devido a essa mesma vertente de super exploração.
    Tinha tanto peixe que a cada arrastão eram retiradas 10 a 20 toneladas de peixe. Hoje, 20 anos depois uma rede tira 3 a 4 peixinhos em uma manhã de pescaria.
    Defendemos, portanto o cuidado e a preservação. Nada de proibir a pesca ou a plantação. Apenas regular e proteger para que nossos netos tenham peixe, água e terra para plantar. Hoje, com os métodos atuais, segundo sua alteza, a produção agraria do Brasil é fantástica.
    Até quando?
    Por certo, do jeito que vai, logo teremos campos desertos onde há a super exploração.
    Cuidemos portanto do campo. Não sejamos tão radicais e contra tudo o que possa proteger nosso ambiente.
    As florestas são derrubadas e queimadas sem que se saiba nem 10% do que elas podem produzir com suas essencias, frutos, bases para medicamentos etc…
    A ignorância nesse campo é imensa e como só se respeita o que se conhece, a floresta para muitos, desde o tempo do reinado, é um local escuro e tenebroso onde existem animais perigosos e que por isso tem que ser derrubada.
    Cuidemos do nosso Brasil. Nossos netos agradecerão.
    helio

  2. E isso ahí Dom Bertrand faço votos que essas vozes ecoem até Brasília.Só se vê falar pela mídia a mentíra que nosso país é de terceiro mundo,quando nosso potêncial é agricultura e a pecuária os dados estatisticos o mostram.Ter que ter sim uma política agrária descente que incentive o campo e que o governo não se contente em distribuir míseras sestas básicas incentivando o exôdo rural.E o nosso STJ deveria de se pronunciar a respeito desses baderneiros dos MST que estão invadindo areas produtivas de nosso país.”Estes SIM,são os sanguiçugas de nosso país!”

  3. Mas, afinal, quando é que o IPCO irá organizar Caravanas para defender e explicar o Sistema Monárquico Parlamentarista ao Povo Brasileiro?
    Não adianta querer fazer isso na hora de outro Plebiscito sobre Forma/Sistema de Governo…

  4. Tbm concordo em numero, gênero e grau com D. Bertrand, porque se este código florestal for aprovado com certeza haverá menos produção e como consequência menos exportação, o que prejudicará e muito a balança comercial, haverá menos alimentos em nossas mesas, uma vez que existe a lei da oferta e da procura, pois com pouco produto no mercado e uma procura alta por alimentos, os preços irão aumentar bastante.

    Parabéns Sua Alteza Imperial !

  5. Parabéns pela matéria. É isso mesmo. Temos que acordar povo Brasileiro. Temos que participar e cobrar mais daqueles que são eleitos/contratados por nós e que estão no comando. Lembrem-se que na “Gestão da Qualidade Total”, ensina que tudo que fica igual por muito tempo, está errado.

  6. @Nelson Lima Seixas
    Poxa a monarquia já se foi faz mais de cem anos, muitos falam que o comunismo é um sistema falido e do diabo mas o Brasil só teve o atraso por causa desses chupins monárquicos. Defende a aprovação do código porque tem medo que isso afete seus bens conquistados na base da mão grande, todo mundo sabe que hoje em dia são poucos os pequenos agricultores existentes nas zonas rurais, muitos migraram do campo para a cidade por causa da política predatória dos fazendeiros e grileiros que os expulsaram de suas terras. Não sabem os impactos que a prática da monocultura causa e dizem que estão alimentando o país, alimentando com cana e soja??? Sei que a agricultura é muito importante para a economia do país mas vocês tem que parar pra pensar que o agronegócio predatório esta destruindo diversos biomas e mexendo na renovação do nosso bem mais precioso que são os recursos naturais que não são renováveis.

  7. Obrigada, Dom Bertrand, obrigada Paz no Campo, por defender o direito do produtor rural, seja ele pequeno, médio ou grande. Na minha opinião, não só a propriedade rural está ameaçada, mas todo o país…Como já disse um grande presidente americano, “se as cidades morrerem e os compos sobreviverem,as cidades ressucitarão… mas se os campos morrem, as cidades não sobreviverão… A ameaça paira sobre o nosso querido Brasil, sobre o presente e o futuro dos brasileiros. Que Deus os ilumine !

  8. Concordo em gênero,numero e grau com Dom Bertrand,pois á mais de 350 anos minha família vive e tira seu sustento da agropecuária,sabemos o quanto é difícil esse trabalho,mais nos sentimos honrados por saber que ajudamos a alimentar o povo brasileiro,só o governo não vê nosso esforço e sacrifício.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome