Projeto (EUA) proíbe vistos a chineses ligados ao Exército

0

O projeto de lei intitulado “Lei de Segurança de Vistos do Exército de Libertação Popular” “propõe proibir vistos a todos os cidadãos da China que tiveram ou continuam a ter vínculos com o exército ou instituições relacionadas. O objetivo é evitar a infiltração em pesquisas científicas e o roubo de propriedade intelectual, disse um relatório da Breibart.”

A China segue o marxismo. Se alguém tem ilusões à esse respeito veja as declarações de Xi Jinping.

Prática habitual de Pequim, nosso Site tem abordado o importante assunto, silenciado pela Mídia pró China. https://ipco.org.br/china-incentiva-roubo-de-propriedade-intelectual-nos-eua/

Roubo de propriedade intelectual e espionagem

Desde a administração Donald Trump houve outros grandes alarmes. Porém, Joe Biden, tomou medidas que favorecem a China, como a anulação das ordens executivas que buscavam banir as populares redes sociais TikTok e WeChat no país. Ambos tinham sido escolhidas por contribuir para a espionagem comunista chinesa.

Não conceder vistos F ou J a investigadores filiados ao Exército de Libertação do Povo Chinês. Os vistos já concedidos podem ser revogados. Nos Estados Unidos, os dois tipos de visto são destinados a estudantes internacionais ou visitantes de intercâmbio para fins de ensino ou para participação em intercâmbios.

O Senador Tom Cotton havia declarado que “Permitir aos membros do Exército de Libertação do Povo acesso irrestrito a vistos de pesquisa é um convite aberto para roubar a pesquisa americana, tecnologia de ponta e propriedade intelectual”.

Ele foi acompanhado por outros senadores como Marco Rubio, Ted Cruz e Mike Braun. “O Exército de Libertação do Povo sistematicamente envia cientistas e engenheiros chineses ao exterior para explorar projetos de pesquisa para acessar dados e tecnologia sensíveis”, disse o congressista Ted Cruz.

Em meados de 2020, a administração Trump também buscou implementar medidas de visto devido a possíveis ameaças à segurança nacional.

Investigações em curso

Dois meses atrás, os Institutos Nacionais de Saúde (NIH) anunciaram que estavam investigando 500 cientistas financiados pelo governo federal por possíveis laços com o CCP.

Um dos casos citados em outro relatório Breibart foi o de Yu Zhou, um ex-funcionário do Instituto Nacional de Pesquisa do Hospital Infantil condenado a 33 meses de prisão e pagou US $ 2,6 milhões em restituição por conspirar para roubar segredos comerciais em nome da China.

Grave denúncia de otimismo e despreparo

O Government Accountability Office (GAO) fez pesquisas envolvendo a comunidade universitária ou pesquisadores. As descobertas mencionadas pela diretora Candice Wright, indicam funcionários que nem sabiam como identificar programas de recrutamento chineses.

“Certamente, ouvimos de vários dos principais investigadores que muitos deles não estavam cientes dos programas de recrutamento de talentos estrangeiros ou simplesmente nem sabiam como iriam identificar esses programas.”

De um lado temos o PCCh que aprovou este ano o Plano Quinquenal que, segundo especialistas, seria a evolução do Programa dos Mil Talentos, uma iniciativa perigosa que conseguiu entrar na NASA.

O programa Mil Talentos é notoriamente uma estratégia para infiltrar estudantes em pontos vitais dos EUA, clonar tecnologia de ponta, transferir ilegalmente pesquisas científicas para a China.

***

Ingenuidade face ao comunismo é tática suicida aplicada pelos yankees na década de 70: viagens de Nixon à China, acordo de Xangai, inundação de know how e dólares naquele País.

Recomendamos a nossos leitores a leitura do artigo do Prof. Plinio sobre o Acordo de Xangai. As consequências dessa política suicida americana há 50 anos aí estão: os EUA envoltos em sofisticado programa chinês de espionagem tecnológica, clonagem, roubo de propriedade intelectual. O Mundo Livre precisa acordar: a China é comunista, seus dirigentes (PCCh) são comunistas e sua meta é suplantar o Ocidente, especialmente os EUA, e estabelecer a hegemonia das doutrinas marxistas.

Fonte: https://panampost.com/oriana-rivas/2021/06/18/ley-negar-visas-a-chinos/

Deixe uma resposta