2 de fevereiro — para este dia consagrado a Nossa Senhora do Bom Sucesso, Abadessa do Real Mosteiro das Concepcionistas Franciscanas de Quito , Equador(*), segue um comentário de Plinio Corrêa de Oliveira, em 7-12-1991.

 

Plinio Corrêa de Oliveira

“Esta imagem de Nossa Senhora do Bom Sucesso representa uma rainha em toda a força do termo. Não conheço soberana que tenha essa majestade. Eu tenho visto muitas gravuras de rainhas, mas nenhuma com tal majestade. De Maria Antonieta, por exemplo, que foi uma rainha extraordinária. Entretanto, perto dessa imagem de Nossa Senhora…, não é nada!

Nota-se na imagem uma forma de majestade com amenidade: pessoa com quem não se brinca, porque Nossa Senhora é depositária muito ciosa das graças e das prerrogativas que Deus lhe deu, mas ao mesmo tempo, tão amena! Até parece que Ela está conversando, mas uma conversa de Grande Dame, de Senhora de grande classe, de Rainha.

Veja-se o porte d’Ela! É uma coisa extraordinária!”

____________

(*) No século XVI, Nossa Senhora apareceu diversas vezes a Madre Mariana de Jesus Torres [pintura ao lado], uma das fundadoras do Mosteiro Real da Imaculada Conceição de Quito (Equador). Numa dessas aparições, Maria Santíssima ordenou-lhe mandar esculpir uma imagem sob a invocação do Bom Sucesso, que foi concluída miraculosamente pelos anjos, conforme Madre Mariana pôde contemplar numa das visões com que foi favorecida.

 
Artigo anteriorNuvem radioativa chegou da Rússia, mas Moscou nega
Próximo artigoNotícias Breves – 03/02
Plinio Corrêa de Oliveira
Homem de fé, de pensamento, de luta e de ação, Plinio Corrêa de Oliveira (1908-1995) foi o fundador da TFP brasileira. Nele se inspiraram diversas organizações em dezenas de países, nos cinco continentes, principalmente as Associações em Defesa da Tradição, Família e Propriedade (TFP), que formam hoje a mais vasta rede de associações de inspiração católica dedicadas a combater o processo revolucionário que investe contra a Civilização Cristã. Ao longo de quase todo o século XX, Plinio Corrêa de Oliveira defendeu o Papado, a Igreja e o Ocidente Cristão contra os totalitarismos nazista e comunista, contra a influência deletéria do "american way of life", contra o processo de "autodemolição" da Igreja e tantas outras tentativas de destruição da Civilização Cristã. Considerado um dos maiores pensadores católicos da atualidade, foi descrito pelo renomado professor italiano Roberto de Mattei como o "Cruzado do Século XX".

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome