campanha da fraternidade 2011
“O meio ambiente está sendo consumido pelos gases poluentes e pela ação do homem…”

Na quarta-feira de cinzas, início do período em que Nosso Senhor Jesus Cristo esteve isolado em orações e jejum, a CNBB lança a Campanha da Fraternidade deste ano, em defesa da “Mãe Terra”, “de todas as criaturas, a mais linda”. (1)

O objetivo é “contribuir para a conscientização das comunidades cristãs e pessoas de boa vontade sobre a gravidade do aquecimento global e das mudanças climáticas, e motivá-las a participar dos debates e ações que visam a enfrentar o problema e preservar as condições de vida no planeta.” (2)
Segundo D.Palmeira Lessa, arcebispo de Aracaju, “o meio ambiente está sendo consumido pelos gases poluentes e pela ação do homem. […] Agora há o aquecimento global, resultado do buraco na camada de ozônio”. (3)

D.Orani Tempesta afirma ser um pecado social com “presença forte em nosso tempo” o desmatamento das florestas, a falta de coletaseletiva de lixo e de recipientes degradáveis, entre outras coisas. (4)

Já D.José Peruzzo, de Francisco Beltrão (PR), observa que para evitar uma “tragédia global”, o homem precisa “mudar de hábitos até para escovar os dentes” (5)

E por fim Dom Vitório Pavanello, Arcebispo de Campo Grande, após alertar sobre a necessidade da coleta seletiva de lixo (6), aproveita para cumprir a velha agenda de luta de classes: “É importante alertar para questões complexas de problemas com o meio ambiente como também somos contra todas as organizações que buscam o lucro em detrimento dos mais pobres“. (7)

Já foram publicados neste site diversos artigos denunciando a fraude do aquecimento global e do ecoterrorismo (saiba mais), com citações de cientistas de renome. Não se entende como a CNBB tenha entrado de cheio nessa canoa furada.

Todo esse resumo de citações nos ajuda a entender uma notícia publicada no dia 14 de março no Jornal do Brasil online (8), e já comentada neste site (9) : “Padre faz campanha pela adoção de sapos”.

Explica o padre Djacy Brasileiro, de Santa Cruz, sertão paraibano: “Amar o sapo, bicho tão agredido, chutado, é expressão maior de amor à natureza, que clama por socorro”. “O sapo só faz o bem à humanidade. Por que é tão desprezado? Vamos começar a amar o animal que por tanto tempo foi chutado, enojado, desprezado“.

sapo 3
Alguns de vocês – finaliza o padre – têm medo de sapo? Então, acostumem-se com a idéia de amar esse animal tão querido por Deus e pela Mãe Terra”.

O padre tem utilizado inclusive o Twitter em sua campanha.

Aborto, “casamento” homossexual, pornografia, legalização da prostituição, perda da inocência das crianças, mais um carnaval imoral que se finda, famílias esfaceladas… e diversos setores da CNBB  preocupados com coleta de lixo, como escovar os dentes, recipientes biodegradáveis e… sapos!

O que comentar, caro leitor? O que comentar??

Prefiro terminar por aqui o artigo e deixar que cada um tire suas próprias conclusões…

Notas:
1-Conferir Hino da CF 2011 em http://www.cnbb.org.br/site/component/docman/cat_view/241-cf-campanha-da-fraternidade/349-cf-2011).
2- PASINI, Edrian Josué. “Campanha da Fraternidade 2011”. Folhinha do Sagrado Coração de Jesus 72: 68. Petrópolis: Vozes.)
3- http://www.correiodesergipe.com/lernoticia.php?noticia=38050
4- http://www.oecumene.radiovaticana.org/bra/articolo.asp?c=469347
5- http://www.aquisudoeste.com.br/RELIGIAO/diocese_lanca_campanha_da_fraternidade_,8038.html
6- http://www.capitalnews.com.br/ver_not.php?id=208580&ed=Eventos&cat=Eventos
7-http://www.midiamax.com/noticias/744971-dom+vitorio+lanca+campanha+fraternidade+critica+lucro+detrimento+pobres.html
8- http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2011/03/14/pb-padre-faz-campanha-pela-adocao-de-sapos/

9 – https://www.ipco.org.br/home/noticias/padre-djacy-seus-sapos-e-o-farao-do-egito

6 COMENTÁRIOS

  1. Que ecoaquecimento global ë esse, em que vimos, amplamente divulgados pela mídia os invernos mais rigorosos dos últimos tempos? E com tantas criancas abandonadas, violentadas, assassinadas dentro ou fora do ventre materno, ou órfäs de tantas tragedias, há que se pensar em adotar….sapos ??? Os valores estäo claramente invertidos. Que Nossa Senhora, Mãe Imaculada, tenha misericórdia de todos nós.

  2. Caro Vicente Ezequiel permita-me sugerir que leia a “Mensagem de Bento XVI para a Campanha da Fraternidade 2011 do Brasil: “Fraternidade e vida no Planeta” ( http://www.radiovaticana.org/por/articolo.asp?c=468049 ) de cuja mensagem extraio o seguinte texto que sugere uma correção de rumos no tocante âmago do tema da referida campanha:
    “Por isso, a primeira ecologia a ser defendida é a “ecologia humana” (cf. Bento XVI, Encíclica Caritas in veritate, 51). Ou seja, sem uma clara defesa da vida humana, desde sua concepção até a morte natural; sem uma defesa da família baseada no matrimónio entre um homem e uma mulher; sem uma verdadeira defesa daqueles que são excluídos e marginalizados pela sociedade, sem esquecer, neste contexto, daqueles que perderam tudo, vítimas de desastres naturais, nunca se poderá falar de uma autêntica defesa do meio-ambiente.”
    Ou seja até mesmo Bento XVI ficou “escandalizado” pela forma como foi exposto o tema da campanha@vicente ezequiel do nascimento

  3. Em verdade a CNBB, tem demonstrado os erros o PNDH3, e tem combatido o Aborto, “casamento” homossexual, pornografia, legalização da prostituição, perda da inocência das crianças, o carnaval imoral que findou, tem lutado pelas famílias para que ela não se desfaleça e agora é elogiavel que diversos setores da CNBB fiquem preocupados com a MÃE NATUREZA, falando sobre coleta de lixo, como escovar os dentes, recipientes biodegradáveis e… sapos!
    tudo isso faz parte da humanidade e deve ser tratada com DEUS quis, e não como queremos.

  4. Somos criaturas de Deus, vivemos da graça de Deus. A terra, o ar, a água, a vegetação, o meio ambiente, etc. recebemos de graça de Deus. Como somos criaturas de Deus, a Igreja fundada por Jesus, tem SIM a missão de alertar sobre o caos que pode acontecer aos nossos bisnetos, se hoje a humanidade não mudar de atitude, Já que nossos representantes políticos não querem ter essa conciência. Por exemplo porque os governos não dão um prazo para por o FIM nas sacolas de plástico entregue aos consumidores em Supermercado?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome