Islam_08_stop_genocide_12082014Da obra “Plinio Corrêa de Oliveira: Previsões e Denúncias em defesa da Igreja e da Civilização Cristã“, por Juan Gonzalo Larrain Campbell, São Paulo, Artpress Indústria Gráfica e Editora Ltda., 2001, pags. 23-24:

Teólogo da Libertação lembra declaração do fundador da TFP, feita há mais de 50 anos, apontando o Islamismo como o grande problema para o futuro da Igreja.

Em longa entrevista sobre a atual situação religiosa no mundo, o padre jesuíta João B. Libânio [1932-2014], um dos expoentes da Teologia da Libertação, fez interessante depoimento.

À pergunta “qual o futuro da Igreja Católica?”, respondeu: “Plinio Corrêa de Oliveira (fundador da TFP — Sociedade Brasileira de Defesa da Tradição, Família e Propriedade) fez uma palestra para os jesuítas em 1940, permeada de uma idéia toda messiânica [sic!],dizendo que o grande problema do cristianismo era o islamismo. Há 50 anos, foi profético, ou a História foi, por outras razões, caminhando nesse sentido. O fato é que se confirma o que ele intuiu” (grifos nossos) (1).

O jesuíta, colocado hoje ante a evidência do avanço maometano, reconhece de modo categórico que se confirmaram as previsões do fundador da TFP.

Falamos de “previsões” no plural, pois o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira escreveu, na época, cerca de 25 artigos alertando os católicos sobre a futura ressurreição do perigo muçulmano.

Assim, por exemplo, afirmava: “Seja como for, o mundo muçulmano está na iminência de uma grande ressurreição religiosa…” (grifos nossos) (2).

E mais tarde escrevia: “Insistindo fortemente sobre a importância da ‘questão árabe’, para o mundo de amanhã, o Legionário …. não é movido senão pelo zelo da fé. …. Não temos a menor hostilidade para com os árabes, como tais. Receamos, entretanto, que sua crescente influência eleve conseqüentemente a influência do Islã.”

E comentando declarações do Primeiro-ministro do Egito sobre os estágios necessários para a união árabe, concluía o artigo: “Neste dia [da Reunião do Congresso Árabe], formar-se-á, às portas da Europa debilitada e semi-descristianizada, um ‘perigo árabe’ igual ou maior do que os do tempo de São Pio V e da batalha de Lepanto” (grifos nossos) (3).

Que as profecias do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira sobre a ressurreição muçulmana estão se cumprindo, o próprio Pe. Libânio o confirma. Seria interessante ouvirmos uma palavra daquele sacerdote sobre outra profecia — bem mais grave que a anterior, mas também já cumprida — enunciada na mesma época pelo fundador da TFP: a infiltração esquerdista na Igreja através da ressurreição do modernismo.


Notas:

(1) Jornal Indústria & Comércio, Curitiba, 26 e 27 de agosto de 1996, pp. B-4 e B-2.

(2) A triste decadência espiritual dos descendentes dos Cruzados, Legionário, 4-12-38.

(3) 7 dias em revista, Legionário, 1-10-44.

 

8 COMENTÁRIOS

  1. Monseñor Caro , ex arzobispo de Chile, Q.D.G., tambien señalo contemporaneamente a esa profecia en su libro denuncia “Del peligro de la masoneria “….El peligro de este renacer del Islam, el cual explico como una manipulacion desatada por masones e izquierdistas.

     
  2. Interessante observar no Pe Libanio da TL que desconfiava da influencia do islamismo pelo que dizia o grande católico tradicional Plinio Correa de Oliveira não desconfiava que a sua Teologia da Libertação dava aquela forcinha ao Islã por serem chegados um no outro.
    O governo do PT amigo da TL nada falou até agora dos massacres do Iraque; talvez, quanto mais matarem, melhor.

     
  3. Maomé, desde o começo, fundou uma religião pagano-satânica, e como todas idem, oferece sexo após a morte a seus “fieis” seguidores, apesar do deus deles ser desconhecido, inacessível e um deus prá lá de odiento.
    Nessa religião, tudo feito a ferro e fogo e exterminadora de adeptos de diversas facções internas, como Satã, reinos divididos contra si mesmos, caso sunitas x xiitas, com milhões de mortos desde a fundação.
    Evidente; se se rompe com o Senhor Deus verdadeiro, idem consigo, mais ainda com os outros, animaliza-se; o islamismo mais se parece o castigo da troca de Deus por ideologias e outros niilismos no Ocidente, seria o modo de nos vergastar, merecidamente, notando que, quanto mais se paganiza, mais avança o Islã, que age investindo os bilhões de petrodólares para comprar o silencio e a conivência do Ocidente relativizado e cada vez mais ético-moralmente miserabilizado, como provas um país de tradição cristã, como o Brasil e outros sob as patas dos comunistas, inimigos de Deus, da Igreja e muito afinados aos islamitas; de fato, têm muitos pontos importantes em comum.
    Não há dúvidas que o Dr. Plinio Corrêa foi um duplo profeta, pois ensinava em primeiro lugar e, baseando no que despontava, previa os males futuros que se abateriam na humanidade, nem imaginando se estivesse hoje de como valeria muito mais que uma CNBB das peripecias, lamentando a morte 2 “católicos”: atuante na política, exemplar, respectivamente, de Plinio Arruda (D Leonardo) e Eduardo Campos (D Damasceno!

     
  4. Entre os anos que foram feitas estas previsões, diria melhor profecias, foi realizado o CONCÍLIO VATICANO II, fato que deixou a Santa Igreja completamente exposta à sanha de seus inimigos, e, a Cristandade, já então fragmentada, agora, inteiramente desarticulada face ao ADVERSÁRIO – a Revolução gnóstica e igualitária , denunciada e caracterizada pelo próprio D. Plínio Correa de Oliveira – .
    O remédio está na CONTRA-REVOLUÇÃO explicada pelo mesmo.
    Humanamente, só nisso confio. Confio, sobretudo, em NOSSA SENHORA, que só ELA é mais do que todo o inferno junto.

     
  5. Paulo,você tem toda razão. Diante do apodrecimento da Civilização Ocidental muitos se sentirão atraídos pelo Islamismo. Parece que nos próximos 50 anos estaremos diante de três grandes forças: o Islamismo, o neo-comunismo que tende a dominar toda a América Latina e o resto de civilização cristã. Restaria, ainda, fora destas forças a Índia que pode ser o fulcro da balança.

     
  6. Agora esta mais dificil, pois os valores familiares foram destruidos, o patrio poder foi ridicularizado, as drogas ocupam todos os espaços, a prostituição e o adultério se tornaram direitos, o homem se tornou um animal acuado. Com tudo isso o Islan se tornou uma opção para o retorno aos valores biblicos do velho testamento, o que é uma TRAGÉDIA.

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome