Terceira via: nem direita nem esquerda; um cadáver, no cemitério da História

0

Um amigo, atualmente na Itália, faz parte dessa imensa legião de brasileiros que acompanham de perto o desenrolar dos acontecimentos na Pátria Mãe, e acreditam na missão histórica da Terra de Santa Cruz, enviou-me um atualíssimo artigo sobre a Terceira Via, a nova manobra da esquerda para silenciar a reação conservadora e empoleirar novamente a esquerda.

O Cavalo de Troia, arquitetado pela Terceira Via: trampolim para reabilitar a esquerda no Brasil.

Kerensky foi a ponte para introduzir o comunismo na Rússia.

Eduardo Frei, Democrata Cristão construiu a ponta para o comunista Allende.

Com o grande mérito de ser co-idealizador, coordenador do site que enfeixa toda a obra doutrinária do Prof. Plinio Corrêa de Oliveira — lembramos, um acervo que perpassa praticamente todos os grandes acontecimentos do século XX — contém ele os livros, artigos, manifestos, entrevistas, áudios e vídeos do líder e pensador católico contra revolucionário. Não para ai: inclui defesas de tese, monografias, doutorados sobre o grande tema Revolução e Contra Revolução, ou seja, a luta contra o progressismo e o comunismo em nossa Pátria.

A Terceira Via é uma tentativa, à maneira de Kerensky, de salvar a esquerda. Vejamos antes, por que o PT fracassou? Porque sua base de sustentação era a esquerda católica.

O fracasso da esquerda católica, suporte do PT      

É evidente que a esquerda política, no Brasil, perdeu seu empuxe. Dizia, com toda propriedade, um importante jornal francês, que o PT é uma estrela que já fez o seu curso. O que se faz com um meteorito que entrou na atmosfera?

Os grandes suportes doutrinários da esquerda política eram a CNBB, a CPT, a TL. Os padres de esquerda fomentavam a invasão de propriedades. As CEBs — Comunidades Eclesiais de Base — que outrora formavam os ativistas de esquerda também perderam a sua força.

Vejamos a advertência do Prof. Plinio ao Cardeal Arns: “Não se iluda, porém, Eminência. Nosso povo continua a encher as igrejas e a frequentar os Sacramentos. Disto não deduza Vossa Eminência, entretanto, que ele abdicou das convicções e dos ideais que o inspiraram na gloriosa epopeia de 1964.

“Atitudes como a dos signatários do documento de Itaici vão abrindo um fosso cada vez maior, não entre a Religião e o povo, mas entre o Episcopado paulista e o povo.

“A Hierarquia Eclesiástica, na própria medida em que se omite no combate à subversão comunista, vai se isolando no contexto nacional. E nos parece indispensável que alguém lhe diga que a subversão é profunda e inalteravelmente impopular entre nós, e que a Hierarquia paulista tanto menos venerada e querida vai ficando, quanto mais bafeja a subversão.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/MAN_751113_Naoseiluda_eminencia.htm

Uma velheira, a Terceira Via

Posto o fracasso da esquerda política e eclesiástica no Brasil — onde estão as manifestações populares pró PT? — surge a manobra da Terceira Via, do falso Centrão. A Terceira Via é uma incógnita em constante evolução para a esquerda.

Esse slogan de que direita e esquerda são extremos igualmente inaceitáveis — tese da Terceira Via — de que ambos caem em erros análogos, porque todo extremismo é mau, é a estrada pavimentada para reabilitar o petismo.

Assim explica o Prof. Plinio o erro doutrinário da Terceira Via:

        “Por fim, é verdade que tudo quanto se opõe inteiramente a um mal extremo é, por sua vez, extremamente mau? Então, os bombeiros, que querem extinguir um incêndio, são tão odiosos e tão de se temer quanto o próprio incêndio? Ou uma campanha, que visa a supressão total do analfabetismo, é tão má quanto o próprio analfabetismo?”

O falso Centrão, face às esquerdas, é concessivo. Face aos conservadores ele é radicalmente persecutório.

Recordemos, a gestão de Maia e Alcolumbre na direção da Câmara e do Senado congelou todas as Pautas Conservadoras. É sempre o falso Centrão perseguindo a direita e favorecendo a esquerda.

Exatamente o que quer a Terceira Via: concessões à esquerda, ceder para não perder, o que lhe aplacaria e extinguiria o dinamismo. Jogar lenha na fogueira na esperança louca de apagar o ardor do fogo esquerdista.

Historicamente foi o papel de Kerensky na Rússia. E qual foi o resultado? 80 anos de ditadura na URSS.

Aplacar a esquerda eliminando a direita

A tática da Terceira Via, lembremos do democrata cristã Eduardo Frei no Chile, é combater a família, perseguir o direito de propriedade e preparar o caminho para a vitória da esquerda: Frei, o Kerensky chileno foi a denúncia-previsão de Fábio Xavier da Silveira, que se verificou ao pé da letra no Chile.

A Democracia Cristã chilena defendia uma terceira posição, a terceira via entre capitalismo e socialismo. Ela tornou-se, na realidade, o Cavalo de Tróia que introduziu o comunismo naquele País irmão.

Com efeito, no trabalho de observação e análise sócio-política que então escreveu, o jovem e brilhante diretor da TFP brasileira (Fábio Xavier da Silveira) mostraria, com impressionante perspicácia, como o Presidente democrata-cristão estava preparando o caminho para a ascensão da minoria marxista ao Poder no Chile, do mesmo modo pelo qual, em circunstâncias análogas, Alexandre Kerensky preparara a ascensão de Lênin na Rússia. https://www.pliniocorreadeoliveira.info/Gesta_020203.htm

***

No Brasil, a campanha midiática contra o governo federal, não nos iludamos, é exatamente fruto das posições conservadoras pró família, pró direito de propriedade, pró tradição cristã do povo brasileiro levadas a cabo pelo Presidente Bolsonaro.

O que incomodava a esquerda e o falso Centrão, por exemplo, nas posições tomadas pelo Itamaraty, sob a orientação do Chanceler Ernesto Araújo? A orientação dada aos diplomatas a favor do conceito de família (homem e mulher) contrário à ideologia de gênero, e as pautas adotadas internacionalmente contra o aborto. Ademais, posição firme contra a ditadura venezuelana, cubana e ingerências do PCCh na política brasileira. São fatos registrados na midia.

E assim, poderíamos citar as pressões da esquerda e do falso Centrão no Ministério da Educação, no Meio Ambiente, no Ministério da Mulher entre outros.

A CPI da Covid, que ignora completamente a saúde, os métodos para diminuir a mortalidade no Brasil, humilha e pisoteia médicas, desafia o bom senso e revive o Terror do Comité de Salvação Pública na Revolução Francesa. Seu objetivo, claramente enunciado no discurso de abertura do Sen. Renan: é preciso que alguém seja responsabilizado pela morte de 460 mil brasileiros.

Mas a administração Petista que suprimiu 40 mil leitos, o sucateamento do SUS são ignorados na CPI … justamente porque o falso Centrão só é inimigo dos conservadores. Os governadores acusados de desvios de milhões e milhões … são poupados pela CPI.

Direita e esquerda são extremismos igualmente errados?

Extremismo é um erro oposto a outro erro. Pelo contrário:

— “Quem realmente é cultor da tradição, reconhece nela um elemento indispensável da vida de um país. Digo, bem exatamente “da vida”. A tradição é um legado do passado, que se articula com o presente para dar significado e rumo ao futuro.”

— “Quem está persuadido de que a família é condição básica do desenvolvimento não pode concordar em que ela seja substituída pelo concubinato.” Não pode aceitar a agenda homossexual. Não pode aceitar a ideologia de gênero, aberração que vai contra a Criação: e Deus os fez homem e mulher.

O ateu afirma um erro extremo dizendo que Deus não existe. O erro oposto, o extremismo, seria afirmar que existem vários deuses. A posição correta é a crença no Deus Vivo e Verdadeiro.

***

           Continua o Prof. Plinio: “Não, esta formulação de que o contrário de um mal extremo é outro mal extremo, não passa de um jogo de palavras. Assim, por exemplo, o contrário de uma mentira não é outra mentira oposta, mas a verdade.

        “Por isto, o verdadeiro contrário do comunismo não é o extremo oposto, isto é, o nazismo, em última análise também ele dirigista, socialista e totalitário. O verdadeiro contrário do comunismo é o princípio de subsidiariedade, que os Papas tão bem definiram, e que muito sumariamente se exprime assim:

        “– a cada pessoa toca o direito e o dever de fazer por si tudo quanto pode, e a família a deve auxiliar no que ela não pode alcançar por si;

        “– a cada família toca o direito e o dever de fazer por si tudo quanto pode, e o município a deve auxiliar no que ela não pode alcançar por si;

       “– análoga coisa se deve afirmar quanto às relações do município com a província. E desta com o país.

        “Mais ainda. Quando uma destas entidades se mostra menos suficiente, na sua esfera própria, do que naturalmente deveria ser, a entidade de ordem superior deve ajudá-la não só a sobreviver, mas a recuperar o seu nível normal de suficiência.

        “Isto, sim, é o contrário dos extremos nazista e comunista. E é isto o que a TFP aceita, afirma e proclama. Se isto é extremismo, então 2 mais 2 não é mais igual a 4…”

***

Esse é o papel dos Valores Morais na restauração do Brasil. Essa é a Pauta Conservadora, a razão mais profunda do ódio petista e do falso Centrão ao governo federal. “Se isto é extremismo, então 2 mais 2 não é mais igual a 4…”

Nossa Senhora Aparecida nos guie face à essa manobra da Terceira Via, ou seja, o Cavalo de Troia para introduzir a esquerda no governo do Brasil.

Fonte: Folha de S. Paulo, 16 de outubro de 1968 (pliniocorreadeoliveira.info)

       

Deixe uma resposta