Notícia de 17 de julho, Ucrânia, informa que o Tribunal Constitucional da Ucrânia manteve uma lei que iguala o comunismo ao nazismo e proíbe a disseminação de seus símbolos, uma lei que provocou protestos furiosos de Moscou.

     “Na decisão de 16 de julho publicada em seu site, o tribunal disse que os “regimes comunistas e nazistas” usavam métodos semelhantes de “implementação de políticas estatais repressivas“”.

     “”O regime comunista, como o regime nazista, infligiu danos irreparáveis ​​aos direitos humanos porque durante sua existência, teve controle total sobre a sociedade e perseguições e repressões politicamente motivadas, violou suas obrigações internacionais e suas próprias constituições e leis”, afirmou”.

A legislação fora aprovada por legisladores ucranianos em maio de 2015

    Ainda segundo a notícia “essa lei preparou o caminho para a remoção de todos os monumentos comunistas não relacionados à Segunda Guerra Mundial e para renomear locais públicos e marcos com nomes soviéticos. Desde então, dezenas de estátuas, placas e outros monumentos – por exemplo, estátuas do líder soviético Vladimir Lenin – foram demolidas e destruídas”.

       “Depois que a lei foi aprovada em abril de 2015, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia acusou Kiev de usar “métodos totalitários” para liquidar partidos e organizações e atacar “a liberdade de imprensa, opinião ou consciência”.

     “Os legisladores aprovaram a medida um ano depois de a Rússia anexar a península do Mar Negro na Criméia e ajudar a iniciar uma guerra no leste da Ucrânia, que já matou mais de 13 mil pessoas e desalojou mais de 1 milhão”.

https://www.rferl.org/a/ukraine-s-constitutional-court-upholds-law-equating-communism-to-nazism/30060259.html

* * *

          Por quê razão os comunistas não gostam de ser equiparados aos nazistas? Como provou o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira, — analisando as doutrinas, métodos e metas do nazismo e comunismo — há uma identidade profunda e uma divergência de superfície entre ambos: nazismo e comunismo são o verso e reverso da mesma medalha.

A esquerda ficou sobressaltada quando o Chanceler Ernesto Araújo em 29 de março, Correio Brasiliense, declarou que “o nazismo e o fascismo são resultados de ´fenômenos de esquerda´”.

Nosso site teve ocasião de mostrar — baseado em centenas de documentos coligidos pelo Legionário — a identidade entre nazismo e comunismo. https://ipco.org.br/nazismo-comunismo-verso-e-reverso-da-mesma-medalha/#.XTZomehKguU

      * * *

      Assim estampava, em 27 de agosto de 1939, o Legionário, “Os recentes acontecimentos (Pacto Ribbentrop-Molotov) proporcionaram uma confirmação sensacional às previsões desta Folha”: “Toda a orientação política desta Folha (Legionário) girou sempre em torno da convicção central e fundamental de que entre o nazismo e o comunismo a aparente oposição se resolvia, em última análise, em uma mal disfarçada solidariedade”.

Diga-se, de passagem, que o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira foi o único articulista — que a História registrou — a prever o Pacto Ribbetrop-Molotov o qual deixou estupefacta a opinião mundial em 1939!   https://www.pliniocorreadeoliveira.info/LEG%20390827_Osrecentesacontecimentosproporcionaramumaconfirma%C3%A7%C3%A3osensacional.htm

Nossos parabéns ao Tribunal Constitucional Ucraniano equiparando comunismo e nazismo: mesma doutrina, mesmos métodos, mesma meta!  Compreende-se porque a Rússia de Putin haveria de protestar.

Deixe uma resposta