Afinal uma boa notícia do Canadá em que Trudeau — que infelizmente tem favorecido a Revolução (*) com medidas socializantes, pró aborto — faz frente às ameaças da China.

Meng (Huawei) com processo de extradição para os EUA

“O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, negou nesta quinta-feira (25) libertar a executiva da Huawei, Meng Wanzhou, submetida a um processo de extradição para os Estados Unidos, para negociar a libertação de dois canadenses detidos na China.
“O pedido foi feito em uma carta escrita por 19 ex-parlamentares e diplomatas canadenses, apoiados pela família do ex-diplomata Michael Kovrig, detido na China com o empresário Michael Spavor.
“A esperança deles é de que a libertação de Meng poderia levar Pequim a libertar Kovrig e Spavor, detidos há 18 meses.”

A resposta de Trudeau foi à altura da dignidade do Canadá

“Eu respeito os ilustres canadenses que apresentaram essa carta, mas discordo profundamente deles”, disse Trudeau em sua entrevista diária.
Para Trudeau, seria “demonstrar à China ou a qualquer outro país que basta prender canadenses aleatoriamente para pressionar o governo a fazer o que eles querem”. E isso “colocaria em risco milhões de canadenses vivendo e trabalhando no exterior”, disse.

Meng, CEO da Huawei, é acusada de violar as leis americanas e canadenses

“Os Estados Unidos acusam Meng Wanzhou de usar uma subsidiária da gigante chinesa de telecomunicações (Huawei)para fazer vendas ao Irã, violando suas sanções contra a República Islâmica.
“A prisão de Meng no Canadá, que afetou as relações entre Ottawa e Pequim, foi seguida pela prisão nove dias depois de Kovrig e Spavor, acusados pela China de espionagem.
“O julgamento de extradição de Meng – libertado sob fiança em Vancouver – será retomado em agosto, enquanto os dois canadenses enfrentam a falta de transparência do sistema judiciário chinês.

***

Comentamos, também confere: esperar transparência dos comunistas chineses é ingenuidade do Sr Governador Doria e dos petistas. E ainda temos políticos querendo escravizar o Brasil nas garras da Huawei.

Andou bem Trudeau nessa circunstância: a dignidade do Canadá assim o exige.

Fonte: https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2020/06/25/interna_internacional,1159932/trudeau-nega-libertar-executiva-da-huawei-em-troca-de-canadenses-detid.shtml

(*) Revolução e Contra-Revolução (baixe o pdf gratuitamente)  https://pliniocorreadeoliveira.info/RCR01.pdf

Deixe uma resposta