O presidente Donald Trump assinou na segunda-feira uma ordem executiva com o objetivo de aumentar as proteções para juízes, promotores e policiais federais.

Tornar mais fácil o porte de arma de fogo oculta para juízes e policiais

“Sua ordem instrui o governo federal a tornar mais fácil para os policiais e promotores federais o porte de arma de fogo oculta e insta o Congresso a aprovar legislação para estender o direito de porte de arma de fogo oculto aos juízes federais.”

“Juízes, promotores e policiais não deveriam ter que escolher entre o serviço público e sujeitar a si mesmos e suas famílias ao perigo”, disse Trump em sua ordem. “Minha administração não tem prioridades maiores do que preservar o Estado de Direito em nosso país e proteger os homens e mulheres que servem sob sua bandeira.”

Isso ocorre em resposta aos disparos contra Daniel Anderl, de 20 anos, filho da juíza distrital Esther Salas e seu marido Mark Anderl. Daniel foi baleado várias vezes no peito e sucumbiu aos ferimentos, enquanto Mark ficou gravemente ferido. O FBI identificou Roy Den Hollander como o alvo principal do tiroteio, mas acrescentou que ele foi encontrado morto por um tiro auto-infligido no interior do estado de Nova York.

Remover os obstáculos para a auto defesa de juízes e policiais federais aposentados

“A resiliência de juízes, promotores e policiais em face do perigo que enfrentam regularmente é uma inspiração para todos nós no serviço público”, diz a ordem.

A ordem de Trump visa remover “qualquer obstáculo indevido” que impeça os policiais federais atuais e aposentados de portar uma arma escondida segundo a lei federal.

“Também instrui o procurador-geral em exercício Jeffrey Rosen a propor um regulamento dentro de 30 dias da ordem que dá aos promotores federais o poder de possuir e portar armas de fogo, mas não inclui poderes de aplicação da lei, como fazer prisões. O regulamento também deve exigir que os promotores obtenham treinamento apropriado em segurança de armas de fogo e uso como condição.”

***

A ordem executiva propõe também que juizes possam ter seus endereços registrados em Caixas Postais.

Biden promete ação restritiva ao uso de armas

A esquerda, em todos os quadrantes, é pacifista. Ser pacífico é virtuoso, como ensina o Evangelho. Ao contrário, o pacifista é aquele que deseja a paz a todo custo, é contra a auto defesa (direito inalienável) e imagina a natureza humana sem as consequencias do pecado original. Se os pacifistas pudessem aplicariam uma vacina a toda população da Terra, obrigatória, e todos ficariam “bonzinhos”.

“A ordem executiva de Trump foi assinada dois dias antes de ele deixar o cargo. O novo governo prometeu implementar uma agenda restritiva de controle de armas, o que levou a um aumento na venda de certas armas antes da posse do presidente eleito Joe Biden devido a preocupações de que algumas armas possam ser proibidas.”

Biden já acenou para retaliações contra a NRA (National Rifle Association) com 5 milhões de associados — “uma organização norte-americana sem fins lucrativos que lista, como seus objetivos, a proteção da segunda emenda da Constituição dos Estados Unidos da América e a promoção dos direitos dos proprietários de armas de fogo, a proteção da caça e da auto-defesa nos Estados Unidos.” (*)

Deixe uma resposta