Ucrânia venera os heróis de Maidan
Ucrânia venera os heróis de Maidan

A Ucrânia está vivendo uma das páginas mais gloriosas de sua história.

A Igreja Católica saiu enaltecida pelos seus filhos
A Igreja Católica saiu enaltecida
pelos seus filhos

O ditador Yanukovich acabou sendo destituído pela Rada Suprema (Parlamento) e se encontra fugitivo, provavelmente acobertado pelo seu mentor Vladimir Putin em algum local ignoto.

Na Praça da Independência de Kiev, mais conhecida como Maidan, dezenas de jovens heróis sacrificaram a vida para impedir que a Ucrânia caísse num comunismo mal disfarçado.

Após três meses de ininterrompida manifestação pacífica de Maidan, sob frios que chegaram a atingir -30º, dia e noite, multidões disseram não ao iniquo projeto de sujeitar o país à “nova-URSS” de Vladimir Putin.

A brutal repressão policial, os sequestros, torturas, vexames e assassinatos em locais afastados não desanimaram os opositores anticomunistas.

No coração da resistência de Maidan se destacavam duas capelinhas católicas montadas em tendas onde sacerdotes celebravam a Missa e dispensavam os sacramentos.

Numa delas estava uma imagem de Nossa Senhora de Fátima miraculosamente salva das chamas durante os violentos episódios da quarta-feira 19 de fevereiro.

Fotos e vídeos deram volta ao mundo ilustrando e alertando sobre os eventos da última semana em que o regime pro-soviético despencou vertiginosamente.

Ucranianos homenageiam os heróis de Maidan
Ucranianos homenageiam os heróis de Maidan

O sacrifício dos heroicos ucranianos não foi em vão e o ditador deposto fugiu, deixando em situação constrangida à própria Rússia.

Sentiram-se encorajados pelo mundo todo, aqueles que lutam para impedir que seu país despenque na miséria e no totalitarismo socialista e/ou comunista.

Anticomunista tira estrela soviética da cúpula do Parlamento em Kiev
Anticomunista tira estrela soviética da cúpula do Parlamento em Kiev

Na Venezuela, por exemplo, onde os líderes populistas sul-americanos e cubanos estão tentando salvar a permanência de Maduro.

Entrementes, o perigo para a Ucrânia não cessou e os heróis de Maidan percebem isso.

O restabelecimento da liberdade está pondo a nu a máquina ditatorial de tortura, terrorismo e morte montada pelos seguidores do presidente destituído.

Nada tem a invejar aos esquemas dos tempos soviéticos.

O novo governo encaminhou à Corte Penal Internacional em Haia pedido de processo por genocídio contra Yanukovich e seus sicários comunistas.

É indispensável que não voltem a acontecer fatos como os vividos pela Ucrânia salvando in extremis suas liberdades e sua independência e sacrificando a vida de dezenas de seus melhores filhos.

Viu vem isso, outrora, o presidente de uma outra nação martirizada pelo comunismo, o Presidente da República da Lituânia Vytautas Landsbergis.

Ele sugeriu em 1991 a instalação de um tribunal internacional do gênero de Nuremberg, para julgar o crime dos comunistas soviéticos.

Circunstancias históricas diversas adiaram esse indispensável julgamento.

Maidan: nos momentos decisivos a força veio do alto
Maidan: nos momentos decisivos a força veio do alto

O senso de justiça, inerente a todos os espíritos retos e elevados, está a clamar por uma punição adequada dos grandes crimes que o comunismo internacional praticou no mundo inteiro.

E, entre esses crimes, merece nossa especial indignação os que foram praticados na Lituânia como também agora na Ucrânia, para citar apenas esses grandes exemplos.

Um tribunal tipo Nuremberg, regido pelo Direito, é especialmente necessário, além do mais, considerando que na imensa Rússia o plano ofídico de uma “nova-URSS” continua sendo acalentado.

Vladimir Putin agora apenas reformula suas estratégias para no momento oportuno voltar a tentar o criminoso assalto contra os países vizinhos, que ele considera sua propriedade enquanto ex-escravos!

 

10 COMENTÁRIOS

  1. Interessante que a mídia que tanto atacava o Putin por causa de sua “homofobia” agora está dando o maior apoio a invasão Russa na Criméia.

    Quanto a essa tropa que assassinou os ucranianos, são na verdade da policia secreta da KGB pois quando eles começaram a matar os ucranianos os verdadeiros policiais da ucrania acorreram a Kiev para proteger o povo deste presidente bandido que deixou a ucrania na mais profunda miséria.

  2. TUDO ISSO É CULPA DA DILMA E DESSES COMUNISTAS SEM VERGONHA APOIADOS PELO PT QUE FINANCIAM A RUSSIA, CUBA, E A CORÉIA DO NORTE. ESPERO QUE AS PESSOAS DE BEM VOLTEM A TOMAR O PODER NESSES PAÍSES COMO ACONTECEU COM A UCRÂNIA E QUE POSSAM QUEIMAR NA FOGUEIRA TODOS OS COMUNISTAS E EVANGÉLICOS, PARA QUE ASSIM POSSAM VIVER A LUZ DE UMA NAÇÃO CONSERVADORA DOS VALOREA FAMILIARES.

  3. peço desculpas antecipadamente por erros em palavras, só mata o que você escreve, sem saber sobre o nosso país nada, mas eu espero o significado de minhas palavras, você vai entender, nunca Rússia não começou a guerra de primeira, aqui vivem pacíficos, e você não viu toda a verdade sobre a Rússia, e não viu o que aconteceu lá, sim, e ainda Ossétia não se refere à RÚSSIA, ela reconhecidos governo e não pertence à Rússia, esse Ucrânia deve Rússia é mais do que vale em si este país e do negócio da Rússia não para a Ucrânia, mas lá vivem 60 por cento da população russa, que esses, como você diz, os ucranianos matam, mais precisamente, não украинце não é simples e as pessoas que querem tranquilidade e fascistas que colocaram o monumento Бандере, e é homem de guerra matou não só russos, poloneses , judeus, mas também os próprios ucranianos e ele foi para a pureza de sangue, e isso significa apenas uma coisa a destruição de outras nacionalidades, e não tem nada de bom a não

  4. Que Deus proteja esses jovens ucranianos e que a Europa, juntamente com o Ocidente, comece a respeitar e temer os novos planos comunistas de expansão da temível Rússia de Putin. Nos dias de hj, qdo os católicos europeus são raros e MORNOS, a situação torna-se mto fácil para esses COMUNAS VOLTAREM COM TODA FORÇA E INSTALAREM-SE, INCLUSIVE NA AMÉRICA LATINA.

  5. Pobre Ucrânia: tão perto de Putin, tão mais próxima de Bruxelas. Entre a autocracia démodé russa e o totalitarismo “new age” da União Europeia, a possibilidade mesma de um “mal menor” soa qual sonho distante.

    Da disputa fratricida que nosso tempo vislumbra entre as potências da Terra – braços direito e esquerdo do príncipe deste mundo – apenas a inspiração celeste e a conformação da cidade humana ao Reino sem-fim nos pode resgatar.

  6. O ministro da Defesa da Rússia, declarou que pretende instalar bases militares em Cuba, Venezuela, Nicarágua e Vietnam!
    Mas o que isto tem a haver com a crise na Ucrânia? Tem tudo a haver!
    É o início do retorno da guerra fria, sem o viés comunista, já que agora não se adota mais esse regime, saiu de moda! A Rússia não revela intenção de para ele retornar, qual a razão desta aproximação com países direta ou indiretamente comprometidos com esta ideologia? Simples de entender, o que une todos eles é a “aversão ao capitalismo Yankee”!
    É inegável a intenção da Rússia de restaurar a antiga União Soviética, no longo prazo e em doses homeopáticas, aliás o processo já começou na Geórgia, praticamente a província da Osétia do Sul, já faz parte da federação Russa, e agora continua nesse envolvimento com a Ucrânia.
    Eles poderiam fazer a reconstrução do seu antigo império, “manu militari”, quem iria impedir sua execução? No mundo só existe uma nação capaz de realizar esta tarefa, Os EE UU, então eles já estão ocupando espaços estratégicos de olho no confronto futuro! Cuba seria a primeira Base, estrategicamente falando, a mais importante, a ilha carente de recursos, facilmente se deixaria seduzir por qualquer benefício material!
    Mas a notícia tem seu aspecto positivo! “a terceira guerra mundial poderá ser a última que a humanidade vai conhecer”, depois dela, não vai mais haver: crise, frustação, desemprego, doença, pobreza etc… Enfim, “NÃO VAI HAVER MAIS NADA”! Isto não é lindo? Não é poético?

    ——————————————————————————–

  7. Não conheço razões para otimismo. Com está o catolicismo europeu? E como resistirão ao socialismo ocidental? Nós, que nos gabávamos de ser o maior país católico do mundo, parece que já nem católicos somos mais.

  8. Notícia maravilhosa! Católicos autênticos expulsando o lobo que os ameaça! Que sirva de exemplo para os demais países subjugados pelo Comunismo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome