Participe de mais este passo contra o PNDH-3. Envie sua mensagem à CNBB, clicando aqui

No dia 15 de Outubro p.p., o Instituto Plinio Corrêa de Oliveira iniciou uma campanha de emails para a CNBB, pedindo que esta retire o apoio de 3 de seus organismos à Campanha pela Implementação e Integralidade do PNDH-3.

Com efeito, causa grande perplexidade que órgãos de entidade representativa da Igreja, como é a CNBB, estejam de mãos dadas com mais de 100 grupos homossexuais e vários pró-aborto, pedindo a aplicação INTEGRAL do malfadado Programa Nacional de Direitos Humanos-3, que implanta o caos moral e a perseguição religiosa no Brasil.

Para mandar sua mensagem à CNBB, bastam 30 segundos. Clique aqui e preencha os campos Nome e Email.

Tal atitude da CNBB torna-se ainda menos explicável tendo em vista do recente pronunciamento de Bento XVI contra “projetos políticos que contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto (…)”

Mas qual não foi minha alegria em ver vários sites e blogs repercutindo esta importante denúncia e mobilizando os católicos. Entre eles:

Site Voto Católico

Site Repórter de Cristo

Blog  Nossa Senhora de Medjugorje

(Se seu site ou blog repercutiu esta campanha e quer que coloquemos o link, favor escrever para coord.caravana@ipco.org.br)

P.S.: De acordo com informações do site VotoCatólico, não são 3, mas 4: CPT, CIMI, Justiça e Paz-SP e Movimento de Educação de Base. Sem contar o CONIC, do qual a CNBB faz parte

Saiba mais sobre o assunto em:

Escândalo: Três órgãos da CNBB de mãos dadas com associações homossexuais e pró-aborto pedem a aplicação integral do PNDH-3
Perseguição homossexual pede ajuda à CNBB
De mãos dadas com homossexuais e abortistas?

4 COMENTÁRIOS

  1. É um espanto que bispos apoiem a aplicação integral desse tal PNDH3. Só de saber que é para favorecer homessexual já dá para ver que não é bom.

  2. Vitoriosa pela fraude inominável, a candidata terrorista do PT foi na verdade a grande derrotada das eleições de 2010 por ter sido rejeitada pela grande maioria do povo brasileiro, tornando-se assim ilegítima e inválida para o cargo de presidente da nação. Tomando por base os números oficiais, ainda que fraudados, do resultado final, temos mais de 44 milhões de votos no candidato dos homens bons, mais 28 milhões de pessoas que abstiveram-se de votar por estarem revoltados com a presença da candidata comunista no páreo, além de outros 30 milhões de homens de bem que estavam em viagem para o exterior (New York e Europa) e não puderam votar, mais 20 milhões de homens bons que resolveram aproveitar o feriadão nos resorts do litoral por terem a certeza que a fatura estava liquidada em nome do candidato do bem, resultando então, por baixo, na soma de mais de 120 milhões de brasileiros que disseram não a Dilma Rousseff, sendo portanto José Serra o campeão moral do pleito de 31 de outubro passado e o presidente do Brasil de fato para o quadriênio 2011-2014.

    E além de tudo, temos que levar em conta também que os votos recebidos por Serra foram votos conscientes, de pessoas decentes, honestas, inteligentes, que votaram com a cabeça e não com o estômago, enquanto os votos da terrorista foram votos rotos, ignaros, comprados pelo bolsa esmola, da gentalha desqualificada, analfabeta, enfim, foram votos inválidos para serem considerados, dada a importância do cargo em disputa, tornando-se assim altamente ilegal a eleição da mesma para presidir o país.

    Isto posto, não resta outra alternativa ao TSE senão diplomar José Serra como o legítimo presidente da nação, ignorando a aberração eleitoral que deu a maioria numérica, porém desqualificada, a representante mefistofélica do comunismo ateu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome