A Sexta-Feira que precede o Domingo de Ramos é chamada de Sexta-feira das Dores em memória das dores da Santíssima Virgem na Paixão do Senhor.

Em muitos lugares há a linda tradição de fazer uma procissão com a imagem de Nosso Senhor carregando a Cruz (Senhor dos Passos) e outra com a imagem de Nossa Senhora das Dores ao mesmo tempo por lugares diferentes. Por fim, as duas procissões se encontram em representação ao encontro de Nosso Senhor com sua Mãe Santíssima no caminho do Calvário.

Entre as inúmeras festas da Senhora das Dores de hoje, cito a de Licata, na Itália, onde a imagem da “Madonna Addolorata” que é hoje ‘processionada’, chegou a essa cidade no século XVIII, quando um veleiro que estava naufragando nas proximidades, devido a tempestade, foi salvo pelos estivadores locais. Ao tentar novamente partir, o navio não conseguiu devido ao peso da carga. Então deram a Licata a linda imagem que estava sendo transportada em seu porão, e só assim o navio pôde partir…


Fontes:
https://guiacachoeiradocampo.com.br/sexta-feira-das-dores-30-de-marco/
https://www.isolainfesta.it/feste/p-agrigento/2325-s-maria-addolorata-licata-ag/

Deixe uma resposta