Na Índia, muçulmanos fazem corte na cabeça de criança durante o ritual “Ashura” do islamismo

A mídia, que frequentemente não pesa seus comentários agressivos contra o Cristianismo, acusando — sobretudo os católicos — de retrógrados, inimigos da liberdade, etc., apresenta paradoxalmente o Islã como uma religião de paz, e seus terroristas como meros fundamentalistas distantes do verdadeiro ensinamento de Maomé.

A realidade, porém, é precisamente o contrario. A cada dia vêm à tona novos casos de abusos cometidos pelos muçulmanos contra os cristãos. Um dos exemplos mais recentes está nas declarações feitaspor Dom Moses M. Costa [foto], Bispo de Chittagong, no Bangladesh, segundo as quais em seu país as crianças cristãs são raptadas, vendidas às madrassas (escolas religiosas muçulmanas) e convertidas à força ao Islã.
Quando não acabam nas mãos de traficantes que as vendem a estrangeiros como escravas.

Eis suas palavras textuais: “Falei com algumas pessoas de nossas comunidades, pessoas que relataram à polícia esta prática ilegal. A população está com medo. Famílias que encontram seus filhos após terem sido enganadas, são então forçadas a fugir e se esconder para evitar represálias. Procuramos oferecer abrigo e assistência. Fazemos um apelo para uma intervenção decisiva da polícia que garanta a legalidade e a liberdade de nossas comunidades”.

O processo é conhecido: intermediários que passando por operadores de organizações humanitárias e agências oferecedoras de trabalho vão até às famílias tribais e prometem proporcionar educação a seus filhos. As famílias pagam até 145 euros para poder se inscrever. Os traficantes então vendem as crianças para as islamizar. Existe também o tráfico de seres humanos. Neste caso, as crianças são vendidas no exterior, muitas vezes para famílias ricas da Península Arábica, tornando-se pequenos escravos.

Cerca de 105 crianças cristãs foram recuperados nos últimos meses, após terem conseguido escapar das madrassas.

A escravidão — prática abominável comum no mundo pagão, trazida de suas entranhas ao Ocidente pelo Renascimento — foi sendo paulatinamente eliminada com o advento do Cristianismo.

Noticia horrível como esta sobre islamização forçada de crianças cristãs não é veiculada pela grande mídia Internacional, nem recebe o apoio de políticos e ideólogos, porém nos conscientiza de um perigo real e cada vez mais próximo de nós.

12 COMENTÁRIOS

  1. Um absurdo mesmo a mídia não fazer nenhuma alusão a esse fato. As imposições precisam ser combatidas em qualquer esfera.

  2. @Antonio da Silva Ortega
    Ela está muito bem informada e fez o discurso sobre islamofobia sabendo exatamente o que fazia, na má fé mesmo. Ela e todos no partido dela, o PT, são a favor do comunismo, da revolução armada, do islamismo, do ateísmo, do aborto, do gayzismo e do feminismo. E vai ser assim por muitos anos, pois o povo os vêm reelegendo há dez anos. Não existe mais esperança: o demônio venceu aqui no Brasil e está infiltrado em TODAS as esferas dos poderes e na vida civil. Não existe uma oposição organizada e estamos condenados. Até mesmo a Igreja Católica foi tomada de assalto por idéias comunistas. Está tudo acabado.

  3. Por aí se vê a que ponto chega o fanatismo dessa gente. Esse é o grande perigo do fanatismo em qualquer religião, seja ela qual for!

  4. Os árabes em maioria são seguidores de JEOVÁ (Deus da Guerra, Senhor de Exércitos, do Antigo Testamento), contrário do Pai de JESUS, cujo Filho é chamado Príncipe da Paz, Deus da Graça e da Misericórdia. Os que estão no A.T. são em maioria dados à violência, à intolerância, à imposição. Não compreendo como muitos trocam o Senhor da Paz, Deus Amor, por esse senhor dos exércitos. “… O Caminho, a Verdade, a Vida” já está entre nós há dois mil anos, mas muitos preferem as trevas. “Quando um cego guia outro cego, vão ambos para o abismo”. Só não vê quem não quer…

  5. Interessante. Dois pesos, duas medidas. Esse pessoal se instala aqui em nossa Pátria sem que ninguém os moleste. Sinagogas, Mesquitas, ONGs, enfim… E lá o que fazem com os Cristãos?… Já li várias denúncias de perseguição, especialmente aos Católicos. Aqui têm seu espaço em nome da liberdade de expressão. E liberdade de expressão não requer respeito?… Em seus países não poderíamos expressar livremente nossa fé? Tem algo de errado.

  6. Quem são os cumplices da situação daquelas pobres crianças? Seremos nós se nada fizermos. O que podemos fazer? Ora, em primeiro lugar indignarmos por amor de Deus. Segundo propagar esta notícia e fazer chegar a grande mídia. Não importa que eles não a publiquem nem façam referencias. O que importa é que diante de Deus e daquelas pobres crianças nós tenhamos feito, tudo, absolutamente tudo, caso contrário, seremos cobrados pelo Juiz Supremo por nossa indiferença. Quem usa este meio para se comunicar tem a obrigação de propagar isto.

  7. Vimos em São Paulo, o que o orgulho a mesquinharia a falta de visão e a desonestidade dos lideres cristãos estão levando o povo de Deus a desesperança. Os lideres cristãos não prepararam nenhum candidato que assumisse a agenda cristã. O candidato que se apresentou com uma agenda ligeiramente conservadora foi o Russomano, apoiado pelo Edir Macedo. Esse foi totalmente destruído pela mídia e pelas mentiras, sem que nenhum líder cristão o defendesse. A Igreja católica por outro lado também fez sua parte. Então o que esperar dos lideres cristãos? Só mentiras conversa fiada e pedidos de ofertas. Por isso o mundo está indo de braços abertos para o islamismo, que defende a aplicação literal dos 10 mandamentos de Deus. Os maiores propagadores do islamismo, são os próprios lideres cristãos, egoístas, egocêntricos, desonestos, etc..

    Paulo Esteves Junior

  8. Parabéns, c o n t i n u e m nessa cruzada, pois a opção de escolha por outra religião, deve ser respeitada…Mas a imposição deve ser combatida por todos os meios legais, principalmente nos F O R O S I N T E R N A C I O N A I S

  9. Somente para lembrar: A actual Presidente do Brasil, foi a ONU DENUNCIAR AS PRÁTICAS DE ISLAMOFOBIA para os respectivos ouvintes ali instalados. Parece que ela não está informada das PRÁTICAS DE CRISTIANOFOBIA que cresce a cada dia que passa também nos PAÍSES OCCIDENTAIS, além destas NAÇÕES DE FANÁTICOS ISLAMITAS LIGADOS A REDE TERRORISTA AL QAEDA e demais GRUPELHOS que se não tivermos cuidados, virão a se exilar em nosso país.

Deixe um comentário!