São Ivo nasceu em Kermartin, na Bretanha, em 17 de outubro de 1253, na pequena nobreza bretã, sendo filho de Helori, senhor da cidade onde ele nasceu.

Em 1267, aos catorze anos, foi enviado à Universidade de Paris, onde cursou filosofia, teologia e direito civil. Foi depois a Orleans para estudar direito canônico.

Retornando à Bretanha depois de ter recebido as ordens menores, ele foi designado, em 1280, “oficial”, ou juiz eclesiástico da arquidiocese de Rennes. Enquanto isso, estudava Sagrada Escritura e , algum tempo depois, tornou-se terceiro franciscano em Guingamp. Mais tarde, o bispo de Tréguier o convidou para ser seu “oficial”, cargo que ele aceitou.

Fora o período de 4 anos passados em Rennes como juiz eclesiástico, – julgando litígios, heranças, contratos e casos matrimoniais. Apenas não julgava processos criminais – e de seis anos em Louannec, depois de ordenado, como pároco numa freguesia rural (1292-1298), ele residiu sempre no solar de Kermartin, que herdou dos pais. Nele se encontravam um hospital e um orfanato para velhos e crianças abandonadas, e lá estavam igualmente a sua cela, sua capela de terceiro franciscano e seu escritório de consultas.

Foi no ano de 1824 que Santo Ivo foi ordenado, a convite de seu bispo. Ainda assim continuou trabalhando como advogado e como juiz, pois naquela época isso era permitido.

Não houve, enquanto ele viveu, advogado de tanto renome, e homem mais estimado na Bretanha. De toda parte vinham ter com ele ignorantes, pobres e servos da gleba, oprimidos por algum péssimo senhor, e a quem tiraria até o pão da boca, se não houvesse São Ivo para defendê-los. Ele mesmo ia buscar os cavalos ou carneiros que tinham sido tirados de seus clientes, sob pretexto de contribuições não pagas.

São Ivo não hesitava em resistir às taxas injustas do rei, quando considerava prejudiciais aos direitos da Igreja. Por sua caridade, ele mereceu o título de “advogado dos pobres”.

São Ivo faleceu em Louannee em 19 de maio de 1303, e foi enterrado em Tréguier, e canonizado pelo santo Papa Clemente VI, a pedido dos bispos, no ano de 1303. O papa Clemente VI o canonizou em 1347.

São Ivo é o patrono dos advogados.

Gostaria de receber as atualizações em seu email?

Basta digitar o seu endereço de email abaixo e clicar em “Assinar”.

[egoi_form_sync_3]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here