Salve Maria! 🗓️ Dia 21 desse mês comemoraremos os exatos 300 anos da aparição de Nossa Senhora de Lume, cuja principal festa se celebra em Palermo, na Itália, todo terceiro domingo de Novembro.

📚 O padre jesuíta Giovanni Antonio Genovesi foi um zeloso missionário que percorreu a italiana região de Messina no início do século XVIII. Ainda hoje ele é lembrado com veneração, pois quando a região passou por uma grave epidemia, longe de fugir de suas obrigações, ele não poupou esforços pela salvação das almas e atendimento aos enfermos. 

Extremamente devoto da Santíssima Virgem, o missionário desejava muito levar consigo uma linda imagem Dela. Mas qual seria a melhor imagem para levar? Seria possível saber de Nossa Senhora, qual a que Ela mesma desejaria? O Padre Giovanni procurou então uma freira de quem corria a notícia de que Nossa Senhora lhe aparecia, e a ela encomendou sua pergunta.

Na manhã de 21 de novembro de 1722, após receber a Sagrada Comunhão, a freira se retirou para um canto da igreja para fazer a ação de graças, e compenetrada na oração, eis que viu aproximar-se a Rainha dos Anjos, em aspecto extraordinário, bela, graciosa e amável. Uma multidão de anjos cercava seu rosto, segurando uma coroa na cabeça da Virgem. Nossa Senhora portava um longo vestido branco, uma faixa cravejada de pedras preciosas levemente circundava seus quadris, e um magnífico manto azul pendia de seus ombros. Ela carregava o sorridente Menino Jesus no colo com uma mão, e com a outra segurava uma alma pecadora que estava em vias de cair no inferno. Em Seu lado estava um anjo ajoelhado segurando um cesto no qual o Menino Jesus guardava os corações dos pecadores convertidos, por intercessão de Sua Amada Mãe.

Ao ser questionada pela freira do porquê a Santíssima Virgem assim lhe aparecia, Esta lhe respondeu: “Não te lembras da oração que me tinhas dirigido por aquele religioso, que te implorou com tanto empenho? Diga-lhe que seu nobre pensamento me agrada, que coloco seu ministério apostólico sob minha proteção, que quero ser pintada na tela como você me vê agora e quero ser invocada com o nome de Mãe Santíssima do Lume”.

O Padre Giovanni logo chamou um pintor a quem a vidente descreveu a visão. A propagação do culto logo se espalhou na área de Palermo e em toda a Sicília e posteriormente pelo mundo todo, graças ao trabalho dos padres jesuítas e de muitos fiéis devotos.

Em 6 de fevereiro de 1738, com um breve ato apostólico, o Papa Clemente XII autorizou o culto a ‘Maria SS. del Lume’, e concedeu indulgência plenária aos devotos que no dia dedicado a ela participarem da Santa Missa de forma santa e devota.

🙏🏻 Nossa Senhora do Lume, rogai por nós!

🖋️ Ivan Rafael de Oliveira

Fontes de Pesquisa: http://www.arcipreturalinera.it/il-culto-a-maria-ss-del-lume/
https://it.m.wikipedia.org/wiki/Santa_Maria_del_Lume

Deixe uma resposta