O vício vira política pública

Nosso Senhor insituiu o matrimônio entre um homem e uma mulher. Destruiu duas cidades, Sodoma e Gomorra, por terem se entregue ao vício do homossexualismo.Agora, esse vício é política pública do governo. E querem nos empurrar goela abaixo. Veja a notícia abaixo, da Agência Brasil. Preste atenção nas partes que colocamos em negrito. Veja o que estão chamando de sociedade civil hoje em dia.

E reflita sobre o que será nosso futuro próximo, nas mãos dessa “sociedade civil”, que quer criminalizar todo o tipo de “preconceito”. Naturalmente, será “preconceito” tudo o que lhes parecer conveniente… E eles não páram!

“Temos que comemorar que não tivemos nenhuma mudança no Programa Nacional de Direitos Humanos [PNDH 3] na parte referente aos direitos de

Sodoma e Gomorra foram destruídas por causa do pecado de homossexualismo

homossexuais”

,disse Lena peres, diretora de Promoção de Direitos Humanos da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, que participou hoje (18) da abertura do 7º Seminário LGBT, no Congresso Nacional.

Durante o seminário, o presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transsexuais, Toni Reis, pediu apoio incondicional ao PNDH 3, que garante os direitos dos homossexuais.

“Esse plano não saiu da cabeça do presidente Lula, não saiu da cabeça do ministro Vannuchi [ministro Paulo Vannuchi, da Secretaria de Direitos Humanos]. Nós, da sociedade civil, construímos esse plano e temos a obrigação de defendê-lo, de forma intransigente, contra as forças conservadores que não querem ver direitos assegurados para todos nesse país”, destacou Toni Reis

O seminário é organizado pelas comissões de Legislação Participativa, de Direitos Humanos e de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados.

Fonte: Repórter Agência Brasil (Juliana Andrade)