Diante da possibilidade de o Supremo Tribunal Federal (STF) julgar o pedido para a descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação foi realizado em Jundiaí um ato público em defesa da vida humana inocente. O ato, chamado “Eu Abraço a Vida”, foi realizado no último domingo, dia 16 de setembro, na praça do Fórum da cidade.

Voluntários da Ação Jovem do IPCO estiveram presentes e coletaram centenas de assinaturas pedindo uma emenda constitucional que proteja a vida desde a concepção além de realizarem a tradicional campanha de “Buzine!” contra o aborto.

O aborto provocado — qualquer que seja o pretexto para perpetrá-lo — acarreta a morte cruel e injusta de um ser humano inocente, e por isso constitui grave violação da Lei de Deus.

Desde o século I, a Igreja afirmou a maldade moral de todo aborto provocado. Este ensinamento não mudou. Continua invariável. O aborto direto, quer dizer, querido como um fim ou como um meio, é gravemente contrário à lei moral:

Não matarás o embrião por aborto e não farás perecer o recém-nascido.

Deus, senhor da vida, confiou aos homens o nobre encargo d preservar a vida, para ser exercido de maneira condigna ao homem. Por isso a vida deve ser protegida com o máximo cuidado desde a concepção. O aborto e o infanticídio são crimes nefandos.

Participe da Marcha pela Vida Brasil!

O Instituto Plinio Corrêa de Oliveira convida todos os seus membros, amigos e simpatizantes a também participar da Marcha pela Vida que se realizará no próximo dia 30/09 às 16:00hs na Av. Paulista.

A Marcha pela Vida, iniciativa popular de manifestação cívica e espontânea, surgiu nos primeiros meses de 2018 frente às tentativas de vários setores políticos que tentaram legalizar o aborto em vários países da América Latina.

A convocatória massiva das manifestações públicas foi bem clara: os povos não querem legalizar o aborto, querem políticas públicas para salvar a vida dos dois.

Estes setores pró-aborto chegaram até driblar o sistema democrático para tentar impor essa prática através de la ADPF 442/2017 apresentada no Supremo Tribunal Federal e por isso, no dia 30 de setembro se fará uma manifestação massiva embora silenciosa e pacífica que começará às 16h na Avenida Paulista e caminhará até a Praça da Sé.

Página da Marcha pela Vida Brasil no Facebook: https://www.facebook.com/marchapelavidabrasil

Fonte: Aleteia

Deixe uma resposta