Alegrias de Natal, bênçãos do Menino Jesus Vs. Pesadelo Sanitário

0

Natal — Altíssima e sublime união de Nosso Senhor Jesus Cristo com Sua Mãe Santíssima.

“Outrora, quando a noite de Natal se aproximava, todos os homens sentiam que uma bênção e uma paz baixavam sobre a Terra, sentiam uma aliança do Céu com a Terra.

“E ela se renovava de maneira tal, que todo mundo caminhava com placidez, com alegria, com normalidade para aproximar-se do presépio de Natal.

“E havia uma espécie de desmobilização dos espíritos, um aumento recíproco e cristão do afeto entre todos os homens, com exceção daqueles que não são filhos da luz; ou seja, os filhos das trevas. Infelizmente tem-se a impressão de que essa sensação se torna cada vez mais tênue nos dias atuais.” (Plínio Corrêa de Oliveira).

Pesadelo Sanitário

Permita o leitor o contraste: a dureza de coração dos ditadores socialistas da Pandemia não quer uma trégua, não deseja aliviar as dores, sofrimentos e preocupações dos brasileiros. Onde está o gesto de bondade, quando até dioceses brasileiras implantam o Passaporte Sanitário?

Serão a bondade do Menino Jesus, o afeto de Maria, a proteção de São José inferiores à inclemência do vírus? Homens de pouca Fé, por que duvidais?

Escreveu o Prof. Plinio: “Infelizmente tem-se a impressão de que essa sensação se torna cada vez mais tênue nos dias atuais.” Nós cristãos, sobretudo nós católicos, saibamos vencer essa onda de tristeza e abatimento que o “inimigo” procura lançar em nossas fileiras.

Saibamos agradecer ao Menino Jesus e à nossa equipe médica o achatamento da curva de óbitos no Brasil

Vigilância contra o vírus não pode trazer consigo o espírito de derrota: Peçamos ao Menino Jesus, por meio de Maria Santíssima as luzes, o discernimento, as forças para vencer essa Pandemia e, sobretudo, vencer o espírito de desânimo e abatimento que a midia masoquista e enfermiça procura instilar entre nós. E da qual as esquerdas se servem para impor sua ditadura socialista nos moldes do nazismo ou do comunismo do PCCh.

Tende confiança, Eu venci o mundo, afirmou o Divino Mestre.

Nossa Senhora Aparecida salve a Terra de Santa Cruz, nos dê força, ânimo e coragem para as batalhas espirituais e materiais de 2022.

Deixe uma resposta