Paulo R. Campos

Andrea Bocelli
Mas a jovem mulher corajosa decidiu não abortar, e a criança nasceu…

Ontem a “Agência Católica de Informações” estampou em seu site uma notícia que vale muito a pena ser divulgada por todos os movimentos que lutam contra a implantação do aborto no Brasil e no mundo. Tal divulgação poderia ajudar a evitar o aborto de milhares e milhares de outros “Bocellis”.

Passo diretamente à transcrição da notícia, pois ela fala por si e o protagonista dispensa maiores apresentações — trata-se do celebérrimo tenor e compositor italiano Andrea Bocelli.

A respeito, no final pode ser assisto um vídeo, produzido pela www.IamWholeLife.com, em italiano com legendas em inglês.

*       *       *

08 Jun.10 / 04:35 pm (ACI). — O cantor italiano Andrea Bocelli contou a história da gravidez de sua mãe, durante a qual os médicos sugeriram que ela abortasse porque ele podia nascer com uma deficiência. Em um novo vídeo, ele elogia a sua mãe por ter feito a escolha certa, dizendo que outras mães devem ter o incentivo desta história.

Neste vídeo do site YouTube intitulado “Andrea Bocelli conta uma ‘historinha’ sobre o aborto”, o cantor senta-se diante de um piano e conta ao público uma história sobre uma jovem esposa grávida internada por “um ataque de apendicite simples”.

“Os médicos tiveram de aplicar gelo em seu estômago e quando terminaram os tratamentos eles médicos sugeriram que ela abortasse a criança. Eles disseram que era a melhor solução, porque o bebê nasceria com alguma deficiência”.

“Mas a jovem mulher corajosa decidiu não abortar, e a criança nasceu”, Bocelli concluiu:

“Essa mulher era minha mãe, e eu era a criança. Talvez eu tenha parte no assunto, mas posso dizer que aquela foi a escolha certa”.

Ele disse esperar que a história pode incentivar muitas mães em “situações difíceis”, que desejam salvar a vida de seus bebês.

Bocelli possui glaucoma congênito e perdeu a visão completamente aos 12 anos de idade, após ser atingido na cabeça durante um jogo de futebol.

4 COMENTÁRIOS

  1. Comovente depoimento de um filho que testemunha o amor de uma mãe que decidiu não abortar. Com isso, fomos agraciados por Deus com a linda e comovente voz de Bocelli que leva uma mensagem de vida num mundo onde a cultura da morte arrebata milhões de incautos. Vamos dizer não à cultura da morte e sermos apaixonados pela vida para que o mundo de luz se sobreponha às perversas e trevosas práticas como é a do aborto.

  2. É verdade quantas possíveis personalidades foram extintas ou viraram cosméticos. Nenhum ambientalista fala desse tipo de extinção, a mais grave e prejudicial para todos.

  3. Imprecionante, uma mãe que foi convidada a abortar, ou seja, a pecar, para “salvar” a vida de seu filho. “Por que era a melhor solução para o bebê pois nasceria com alguma deficiência”. Ela preferiu diser NÃO.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome