Em nome da não discriminaçãodiscrimina-se quem não concorda com o homossexualismo.

Se aprovado, esse estatuto cercearia a liberdade religiosa e até mesmo o direito dos pais em educar seus filhos contra a ideologia de gênero.

Nesse sentido, tornaria o Cristão um cidadão de segunda classe.

Tramita no Senado Federal o PLS 134/2018, elaborado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa e pela Comissão Especial de Diversidade de Gênero e Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O texto recebeu parecer favorável da relatora, senadora Marta Suplicy (PMDB-SP).

Ele institui o Estatuto da Diversidade Sexual e de Gênero. O objetivo desse Estatuto, com mais de cem artigos, é impor, de forma draconiana, a ideologia de gênero em todos os segmentos da sociedade. Ele cria também uma casta de pessoas com direitos e privilégios específicos: os que têm “identidade de gênero” diferente.

Para ler um resumo comentado dessa proposta de lei, clique aqui.

Envie agora seu Cartão Vermelho contra esse Projeto de Lei

Apenas a título de exemplo da interferência desse projeto nas escolas:

Art. 56: Os estabelecimentos públicos e privados de ensino têm o dever de promover a liberdade, a tolerância, a igualdade, a diversidade e o respeito entre as pessoas, independentemente de sua orientação sexual ou identidade de gênero.” Em seguida, no art. 58 diz: Os profissionais da educação têm o dever de abordar os temas relativos à sexualidade, adotando materiais didáticos que não reforcem a discriminação com base na orientação sexual ou identidade de gênero.”

No art. 60: “Ao programarem atividades escolares referentes a datas comemorativas, dirigentes e educadores devem atentar à multiplicidade de formações familiares, de modo a evitar qualquer constrangimento dos alunos filhos de famílias homoafetivas”.

Serão também criadas cotas nas empresas públicas e privadas para os homossexuais e transgêneros:

Art. 70. A administração pública assegurará igualdade de oportunidades no mercado de trabalho a transgêneros e intersexuais, mediante cotas, atentando ao princípio da proporcionalidade.

Cabe a nós a mobilização contra esta ameaça silenciosa.

Divulgar a campanha e assinar novos cartões vermelhos para os Senadores é uma maneira de alertá-los que somos contra a Ideologia de Gênero e estamos de olho nas ações deles daqui em diante.

Envie agora seu Cartão Vermelho contra esse Projeto de Lei

Esses cartões serão impressos e uma comitiva do IPCO irá entrega-los em Brasília.

Imagine mais de 3 milhões de Cartões Vermelhos entrando no Senado Federal e sendo entregues aos Senadores?  É uma montanha de advertências do Brasil inteiro contra esse absurdo projeto!

Assine agora seu cartão vermelho e faça parte dessa maioria que ama a Terra da Santa Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo. Não permita que essa projeto iníquo seja aprovado e imposto à maioria de um país que deseja ser fiel à Deus e à Sua Lei.

Contamos com a sua mobilização!

Divulgue!

Já enviou o seu cartão vermelho? Então ajude-nos a propagar essa campanha!

Você pode:

1 – Convidar 5 amigos no mínimo para se juntar à esta mobilização, através desta página. Você não precisa fazer nada além de incluir o e-mail dessas pessoas (elas receberão um e-mail automático de convite à esta mobilização). 

2 – Colocar o abaixo-assinado em seu blog ou site. Dessa forma, os visitantes do seu site poderão ler a descrição e assinar o abaixo-assinado diretamente do seu site! Para isso, basta incluir o código abaixo no seu site:

Ver código

3 – Fazer uma doação – não importa o valor – para nos ajudar a alcançar o maior número de pessoas possível e entregar pessoalmente todos os cartões!

Não temos grandes patrocínios e nem recebemos ajuda de empresas. Só dependemos de você, um brasileiro consciente de seu papel como cidadão e precisamos da sua colaboração para entregar em mãos todas as dezenas de milhares de cartões vermelhos enviados através de nosso site! Para fazer sua importante contribuição, clique aqui ou no botão abaixo e faça seu donativo com toda segurança pelo PagSeguro! Acredite, não importa o valor!

Sim, quero fazer minha doação!

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here