Os ingênuos do Centro talvez acreditem que a invasão do Capitólio no dia 6 foi obra unicamente de alguns fanáticos pró Trump. Se ouvirem a Midia alinhada certamente pensarão assim.

A realidade é outra. As esquerdas têm seus agentes, seus magotes prontos para ação quando lhes convém. Vejamos mais uma prova da infiltração de agitadores de esquerda na invasão do Capitólio.

“15 de janeiro de 2021 (LifeSiteNews) – Um ativista de esquerda foi preso e acusado de entrar à força no prédio do Capitólio em 6 de janeiro e, entre outras acusações, “intencionalmente e conscientemente” se envolver em “conduta desordenada ou perturbadora”, disse o Departamento de Justiça ontem.

Sullivan é fundador da Insurgence USA, grupo de esquerda

“John Sullivan é o fundador da Insurgence USA, um grupo ativista de esquerda “iniciado em 2020 em resposta à tragédia de George Floyd” que busca “acabar com a brutalidade policial”. Sullivan afirma ser um repórter, apesar de não ter credenciais de imprensa, que entrou no prédio do Capitólio em 6 de janeiro para documentar o evento com sua câmera. Ele lançou cerca de uma hora de filmagens, em sua maioria cruas, que capturam eventos que levaram à filmagem de Ashli ​​Babbitt. Suas próprias ações e comentários capturados em suas imagens brutas, no entanto, revelam não tanto um observador imparcial, mas um protagonista que estava incitando a multidão a se envolver em um comportamento violento e destrutivo.”

Sullivan foi levado sob custódia da polícia em sua cidade natal, Provo, Utah, na quinta-feira.

Acusações contra Sullivan: impediu, interrompeu e perturbou a Câmara e Senado

“– Interferência com um policial que estava “legalmente envolvido no desempenho legal de suas funções oficiais durante e durante a prática de um distúrbio civil”.
— Entrar conscientemente em um prédio restrito (edifício do Capitólio) sem “autoridade legal”.
— Envolvendo-se intencionalmente e conscientemente em “conduta desordenada ou perturbadora” no edifício do Capitólio.
De acordo com uma declaração de 13 de janeiro do agente especial do FBI Matthew Foulger, Sullivan de 26 anos “intencionalmente juntou-se a uma multidão de indivíduos que entraram à força no Capitólio dos EUA e impediu, interrompeu e perturbou a conduta ordeira dos negócios pela Câmara dos Representantes dos Estados Unidos e pelo Senado dos Estados Unidos. “

Sullivan tem antecedentes criminais. Em 13 de julho de 2020, ele foi acusado de distúrbios e atos criminosos pelas autoridades policiais locais em Provo por causa de suas atividades em torno de um protesto no mês anterior em que um civil foi baleado e ferido.

Sullivan é um anarquista que defende a derrubada do sistema político atual. Ele fez um discurso no recém-renomeado Black Lives Matter Plaza no centro de Washington, D.C. em agosto passado, quando pediu uma “revolução” violenta que incluía um chamado para “queimar tudo”. Durante esse discurso, Sullivan também deixou claro sua antipatia por Trump e como ele queria que o presidente fosse afastado do cargo. Ele chamou seus ouvintes para “f —— arrancar Trump daquele escritório bem ali, f —— tirá-lo daquele s —,” apontando para a Casa Branca. (palavrões censurados)

Um ativista de esquerda com máscara de gás, colete à prova de balas

“Enquanto atacava o prédio do Capitólio em 6 de janeiro, Sullivan também estava sendo filmado por uma colaboradora, Jade Sacker, que estava fazendo um documentário dele. “Este não vai ser o melhor filme que você já fez na vida?” Sullivan pergunta ao cineasta em um ponto enquanto eles estão no edifício do Capitólio.

Os equipamentos de Sullivan no evento incluíram sua câmera, uma máscara de gás e um colete à prova de balas.

Durante uma parte de sua filmagem, quando a multidão rompeu a última barricada e se aproximou do edifício do Capitólio, Sullivan pode ser ouvido no vídeo dizendo: “Há tantas pessoas. Vamos lá. Este s — é nosso! F — sim. “

“Conseguimos isso s —. Fizemos isso juntos. F — sim! Todos nós fazemos parte dessa história ”, afirma.

“Vamos queimar isso”, diz ele em outro momento, referindo-se ao Capitólio.

***

Ninguém, bem intencionado, vai a um protesto munido de colete à prova de balas e máscara protetora para gás. Quem incita à rebelião e recomenda “queimar isso”, o Capitólio, não é um manifestante pró Trump.

Nosso Site já publicou artigos sobre os aspectos ainda não esclarecidos da invasão do Capitólio

Manifestantes entram pacificamente no Capitólio

Não sejamos ingênuos aqui no Brasil. Cá a lá a mesma esquerda há. Nossas justas manifestações contra a tirania de alguns governadores e prefeitos nessa pandemia também podem ser infiltradas pela esquerda.

Esperamos que os desordeiros da invasão do Capitólio sejam punidos segundo a Lei. Isso em nada compromete as centenas de milhares de pacíficos manifestantes que externaram seu apoio ao presidente Trump.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/news/leftist-activist-who-filmed-babbitts-death-charged-for-forcibly-entering-capitol-building-during-jan-6-riot

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta