Dezenas de “barcos fantasmas” norte-coreanos chegam à deriva nas praias do Japão, com muitos cadáveres. A explicação é que o ditador comunista Kim Jong-un mandou expandir a atividade pesqueira para alimentar o esquema militar, e os pescadores norte-coreanos são forçados a ir além de suas possibilidades em busca de cardumes. Uma vez esgotado o combustível de suas embarcações primitivas, nem têm equipamento para pedir socorro, 27embora o jornal oficial norte-coreano “Rodong Sinmun” elogie “os barcos de pesca, que são como os de guerra”. Quando resgatados, os pescadores que sobrevivem preferem voltar ao país, porque suas famílias serão horrivelmente punidas pelo regime comunista se eles ficarem no Japão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here