Breves … A guerra dos mandatos de vacina vs. liberdade

2

No Brasil, a esquerda se volta contra a liberdade, contra os interesses do trabalhador, a favor de lockdowns socialistas e mandatos de vacina.

Também nos EUA, mas desta vez, uma derrota de Biden.

Mandato de vacinas é ditadura

“NOVA ORLEANS (LifeSiteNews) – Um tribunal federal de apelações reafirmou uma pausa no novo mandato da vacina COVID-19 da administração Biden para empresas privadas, classificando a regra sem precedentes como “incrivelmente ampla” e “fatalmente falha”.”

Mandato excede grosseiramente a autoridade estatutária

Um painel de três juízes do Tribunal de Apelações do Quinto Circuito decidiu na sexta-feira que o mandato, emitido pela Administração de Segurança e Saúde Ocupacional (OSHA) como um padrão temporário de emergência no início deste mês, “excede grosseiramente a autoridade estatutária da OSHA”.

O painel rejeitou um recurso do Departamento de Justiça de Biden para suspender a suspensão imposta pelo tribunal na semana passada;

O mandato da vacina “ameaça sobrecarregar substancialmente os interesses de liberdade de recipientes individuais relutantes”, escreveu o juiz Kurt D. Engelhardt, nomeado por Trump, para o painel.

Também empresas são prejudicadas

“Da mesma forma, as empresas que buscam a suspensão neste caso também serão irreparavelmente prejudicadas na ausência da suspensão, seja pelos efeitos comerciais e financeiros ou pela perda ou suspensão do funcionário, pelo cumprimento e acompanhamento dos custos associados ao Mandato, pelo desvio de recursos exigida pelo Mandato, ou pelo plano da OSHA de impor pesadas penalidades financeiras às empresas que se recusam a punir ou testar funcionários relutantes. ”

***

Aqui vale a expressão: o passaporte de vacina obedece à “razões” que a razão ainda não conhece? O Mandato passa por cima da liberdade individual, do direito de decidir inerente ao ser inteligente e livre? Afinal, o não vacinado não é um morfético, um spray ambulante de virus.

Fonte: https://www.lifesitenews.com/news/federal-court-reaffirms-halt-on-biden-vaccine-mandate/?utm_source=featured&utm_campaign=usa

O governador republicano do Texas, Greg Abbott, proibiu na segunda-feira (11) que qualquer entidade, incluindo entes privados, exija vacinas contra a Covid-19 no estado – uma resposta ao que ele chamou de “intimidação” feita pelo governo de Joe Biden.

A ação de Abbott antecipa um confronto com Biden, um democrata que, no mês passado, convocou empresas de todo o país a ordenarem que seus trabalhadores sejam vacinados ou perderão seus empregos. Desde então, milhares de pessoas foram demitidas por se recusarem a obedecer.

2 COMENTÁRIOS

  1. Prezado sr. Helmann, sua linguagem nojenta torna impossivel qualquer apreciacao ao seu comentario. O sr abusa da liberdade de expressao, essa mesma liberdade que o sr quer restringir as demais pessoas…

  2. O passaporte sanitário é questão de saúde pública. Foda – se a sua liberdade de merda. São pessoas que estão morrendo, famílias perdem entes queridos, cidades já ficaram sem oxigênio e vocês que se dizem “Católicos Tradicionalistas Conservadores” do IPCO deveriam dar valor a vida humana e incentivar as pessoas a se cuidarem por Amor ao próximo e não propagar este discurso negacionista dessa direita pseudo – conservadora nojenta que usa a Fé Cristã, os bons costumes e o Santo nome do Senhor para cometer crimes.

Deixe uma resposta