Breves: Inflação EUA vai a 7,5%; “a economia a gente vê depois…”

0

Os “gestores de saúde” e a midia subordinada à eles espalhou a propaganda: “a economia a gente vê depois …” Chegou a hora de pagar a conta…

Lockdowns foram eficazes para salvar vidas?

Chegou … e a conta é cara

Washington, 10 de fevereiro (EFE).- A taxa de inflação nos Estados Unidos disparou em janeiro para 7,5%, cinco décimos acima da de dezembro, o que aumenta ainda mais a pressão sobre o Federal Reserve (Fed) para prosseguir com o aumento dos juros cotações.

Este é o maior aumento anual desde fevereiro de 1982, informou o Bureau of Labor Statistics na quinta-feira, e está ainda acima das previsões da maioria dos analistas, que esperavam um aumento de 7,3% nos preços.

De acordo com os dados divulgados hoje, o aumento mensal dos preços foi de seis décimos em relação a dezembro.

Segundo a notícia, “Os dados divulgados nesta quinta-feira não só aumentam a pressão sobre o Federal Reserve, como também são uma dor de cabeça para o governo presidido por Joe Biden, cujo índice de popularidade está em queda livre, principalmente devido à sua gestão da economia.”

Como causas do aumento de preços, o secretário do Tesouro apontou a “pronunciada mudança nos gastos para bens de serviços” e “os gargalos nas cadeias de suprimentos globais causados ​​pela pandemia” que estão desacelerando a produção de automóveis.

***

Se o Brasil tivesse adotado a política socialista do lockdown, se o setor produtivo tivesse falhado em consequencia do fechamento, teríamos as condições que a esquerda gosta para fazer agitação, revolta, depredação.

Nossa Senhora Aparecida livre o Brasil desses “salvadores” que só pensam em lockdowns, mandatos de vacina e outras medidas ditatoriais.

Saúde é bem diferente de ditaduras sanitárias.

Fonte: https://panampost.com/efe-panampost/2022/02/10/inflacion-eeuu-se-disparo-enero/

Deixe uma resposta