Breves: Os progressistas (na França) viram a unidade da Revolução

0

Está em curso, na França, a difusão de Revolução e Contra Revolução do Prof. Plinio. A edição de 1959 trazia o prefácio do príncipe D. Pedro Henrique.

Muito acertada iniciativa, especialmente nesses tempos em que o conceito de Revolução aflora a tantos no Ocidente, de modo particular entre os jovens, justamente impressionados com a simultâneidade das garras das Big Tech, do Forum Mundial, do Mandato de Vacinas, da perseguição aos conservadores. Esses tentáculos são de um mesmo polvo: a Revolução.

Revolução e Contra Revolução, nova edição na França

Expressou-o muito bem um agente progressista:

“Para o sociólogo das religiões Jean-Louis Schlegel, o Papa Francisco é objeto de um ódio [rejeição sim, ódio não] do qual não foram seus predecessores. Na manobra, correntes tradicionalistas cujo objetivo não é somente o rito antigo, mas uma visão política particular, herança de uma longa tradição teológico-política contrarrevolucionária.

“A Revolução para eles é também mãe de uma ideologia deletéria e destrutiva: o liberalismo sob todas as suas formas… Todos os erros dos dois séculos passados – inclusive o comunismo ateu – tiveram de uma maneira ou outra parte com uma liberdade anárquica do espírito nascido da Revolução [Francesa], que nega a lei e os direitos de Deus. De onde as simpatias de muitos desses católicos de tradição pelo sistema monárquico ou pelas políticas favoráveis à fé religiosa (católica), e no final das contas, pelo papel insubstituível da autoridade em todos os lugares (na família, na escola, no exército…). De resto, os tradicionalistas lembram que essa escolha foi aquela de toda a Igreja até o Concílio Vaticano II: ela então se tornou infiel a esse passado “milenar” que eles, os verdadeiros fiéis, conservam contra ventos e marés… (1)

Missa tridentina, autoridade dos pais, condenação ao comunismo, não ao aborto = Contrarrevolução

***

Acertou, pelo menos nessa observação, o progressista francês: a Revolução é UNA, como o afirmou o Prof. Plinio: Estado, família, cultura, economonia, visão do universo. E a Contrarrevolução também é UNA.

Também no Brasil, o Site do Instituto tem publicado o livro, por partes, anexando comentários do Prof. Plinio. https://ipco.org.br/formacao-revolucao-francesa-e-comunismo/

Nossa Senhora ajude, proteja e dê lucidez à reação conservadora que se faz presente e atuante no Ocidente cristão.

(1) https://www.la-croix.com/Debats/Lampleur-degre-fureur-sexpriment-aujourdhui-contre-pape-Francois-sont-inedits-2022-01-06-1201193497

Deixe uma resposta