Cardeal Francis George, arcebispo de Chicago
Cardeal Francis George, arcebispo de Chicago

O cardeal Francis George, arcebispo de Chicago (EUA), enregelou seus leitores pela franqueza inusual com que se referiu à presente situação religiosa.

Atingido por um câncer e na idade de renunciar à arquidiocese, em artigo para Catholic Culture de 24 de outubro ele escreveu:

“Espero morrer em meu leito; meu sucessor morrerá na prisão, e o sucessor dele morrerá mártir na praça pública”.

O cardeal aludia à onda de cristofobia que cresceu nos EUA nos últimos anos.

O laicidade – sob cuja bandeira se atenta contra os direitos de Cristo e de sua Igreja – é, segundo o cardeal, um “problema bem mais importante” que qualquer uma das questões levantadas durante a campanha presidencial americana.

O mundo laicista está “do lado errado da única história que afinal de contas tem importância” – acrescentou.

O cardeal George sublinhou que os sentimentos anti-religiosos que se manifestaram com tanta agressividade durante a campanha presidencial introduzem no horizonte a perspectiva do martírio.

E acrescentou que, como em ocasiões análogas anteriores, em longo prazo a Igreja sairá vitoriosa, assumirá a tarefa de “reerguer a partir dos escombros uma sociedade arruinada, e ajudará lentamente a reconstruir a civilização, como Ela já o fez tão frequentemente na história da humanidade”.

6 COMENTÁRIOS

  1. Senhor Valdinei, papagaio de mídia.

    1) Falando em mídia, o senhor deveria agradecer a este site Católico, que, verdadeiramente democrático, PUBLICOU o seu comentário lugar-comum, coisa que não acontece na mídia “politicamente correta” quando algum Católico se manifesta em defesa da Igreja.

    2) A Igreja construiu a civilização ocidental e os maiores pensadores de tal civilização são Católicos, como Santo Agostinho e São Tomás de Aquino.

    3) Procure informar-se livre dos ranços do marxismo cultural. Passar bem.

  2. Um cardeal católico falar que a igreja reconstruirá a civilização como já fez, ou é insanidade ou uma ironia digna do mais profundo humor negro.
    A igreja persegue, segrega, discrimina, incendeia e destrói segundo seu próprio arbítrio, desde o início de sua história. Para isso ela mente, omite, ilude e engana suas ovelhas, que como gado que são, seguem sem questionamentos o cajado dourado sacerdotal.

  3. Ao menos o cardeal é lúcido e fala com franqueza e ciência do que sucede no universo cristão.
    Compete aos cristãos assumir uma posição e reagir.

    PAZ E BEM À TODOS

  4. O fim se aproxima e os de DEUS reconhecem a voz de seus filhos (Clero fiel, primeiro a DEUS) A luta começou e NOSSA MÃE nos convoca “Combatam filhos da luz, com o meu rosário, acorrentaremos a serpente maldita”.QUE DEUS TENHA MISERICÓRDIA DOS INOCENTES QUE SÓ ELE CONHECE.

  5. Disse o Senhor Jesus: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço e elas me seguem” (Ev. João 10:27). Jamais os eleitos de Deus escolherão Barrabás. Quanto à cristofobia, acredito que isto acontece por estarmos nos tempos finais.

  6. Desde há dois mil anos ainda podemos escolher entre JESUS e Barrabás… Essa escolha é livre e os resultados ou consequência são correspondentes…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome