Por quê razão a China de Xi Jinping teme tanto a Igreja Subterrânea, fiel à Roma?

Estaria havendo algum ressurgimento católico na China para que o regime comunista aumentasse ainda mais a perseguição?

Não sabemos, mas a evidência dos fatos mostra que a perseguição aumentou após o chamado Acordo Provisório com o Vaticano, em 2018.

Fonte: https://bitterwinter.org/reprisals-against-catholics-rejecting-patriotic-church/

“Em sua ofensiva nacional para forçar os opositores católicos de consciência (fieis à Roma) a se juntarem à Associação Católica Patriótica Chinesa (CPCA), o CCP (Partido Comunista Chinês) está fechando igrejas não conformes (ao regime), retaliações contra o clero e congregações que se recusam a se tornar parte da igreja estatal.

Proibido celebrar a memória de sacerdotes falecidos e obras de caridade

“De acordo com novos relatórios, os fieis católicos também são proibidos de organizar serviços memoriais para sacerdotes rebeldes falecidos, e organizações de caridade, criadas por igrejas que não estão o controle do governo, são suprimidas.

“3 de setembro marcou o segundo aniversário da morte do padre John Wang Zhongfa, um dos opositores católicos vocais de consciência, no condado de Cangnan, na jurisdição da cidade de Wenzhou, na província oriental de Zhejiang.

“Naquele dia, centenas de fieis católicos locais estavam a caminho do túmulo do Padre John Wang para uma missa comemorativa, mas foram interceptados e dispersos pelas autoridades locais.

Mais de 100 policiais bloquearam todos os cruzamentos que conduziam ao Cemitério

“De acordo com testemunhas oculares, mais de 100 policiais bloquearam todos os cruzamentos que levavam ao cemitério com carros, proibindo os fieis de chegar ao túmulo do Padre John Wang.

Eles ameaçaram destruir seu túmulo se os católicos se recusassem a sair.

Uma testemunha local local disse a Bitter Winter que antes de sua morte, o padre Wang tinha sido impedido e fiscalizado por se recusar a juntar-se ao CPCA.

Câmeras HD foram instaladas em sua igreja, e o pessoal foi enviado para monitorá-lo no hospital onde ele foi tratado por sua doença. No dia de seu funeral, a polícia isolou a área ao redor do cemitério para controlar o número de fieis presentes na procissão.

Padre octogenário pressionado a aderir à Igreja Patriótica

“A perseguição do governo é ainda mais frenética do que nos últimos anos.

“De acordo com um frequentador da igreja da Diocese de Mindong, na província sudeste de Fujian, em outubro, funcionários da cidade de Fuan, administrada pela cidade de Ningde, lançaram uma campanha completa para coagir um padre octogenário, doente com câncer, a se juntar à CPCA ameaçando destruir sua casa e demitir seus familiares de seus postos.

Fiel à Roma, fiel à Fé, o padre se recusou a aderir à igreja patriótica, lacaia do PC chinês.

Vendo sua determinação, os funcionários mudaram suas táticas e tentaram atraí-lo prometendo dinheiro, mas o padre recusou novamente.

As “condições” impostas aos padres que abjuram: da bandeira do PC ao retrato de Mao

“O Partido Comunista é o diabo. Se você assinar para se juntar ao CPCA, o governo vai exigir que você levante a bandeira nacional e cante o hino nacional antes de cada missa, ordena que você pendure um retrato de Mao Tsé-Tung na igreja”, disse um fiel idoso da diocese.

“Cada artigo dos novos Regulamentos sobre Assuntos Religiosos restringe nossas crenças. É óbvio que, ao fazê-lo, o CCP visa, em última análise, eliminar todas as religiões e forçar as pessoas a acreditar apenas no comunismo.”

Orfanato fechado

Belloni Love School before and after being shut downOrganizações de caridade católicas também se tornaram alvos da campanha de supressão. Entre as vítimas recentes está a Belloni Love School, um orfanato para deficientes, fundado por uma Igreja Católica no condado de Yongnian a jurisdição da cidade de Handan, na província de Hebei, no norte do país.

“Belloni Love School” para deficientes foi fechada em 21 de outubro.

De acordo com fontes informadas, mais de 30 funcionários do governo local e do Departamento de Segurança Pública invadiram o orfanato em 21 de outubro e saquearam todos os equipamentos e móveis. Eles alegaram que a ordem para fechar o orfanato veio do governo provincial. As autoridades ordenaram cortar o fornecimento de eletricidade e gás para o orfanato e trancaram seu portão, proibindo qualquer pessoa de entrar.

“Desde a sua fundação, o orfanato foi amplamente elogiado pelas pessoas; vários relatos sobre suas atividades foram publicados na mídia local”.

Um fiel também revelou que o orfanato foi fechado principalmente porque o padre encarregado da igreja não estava disposto a se juntar ao CPCA. O padre teria sido forçado a se esconder para evitar a prisão.

* * *

A China de Xi Jinping bate os recordes mundiais de perseguição religiosa. De que valeu o Acordo Provisório (cláusulas secretas até para os Cardeais chineses) Vaticano-Pequim?

Deixe uma resposta