Na China camponês é espancado pelo governo por ser pai de três filhos

    Zhang Futao, camponês de Jiangsu, foi golpeado quase até a morte por ter três filhos
    Zhang Futao, camponês de Jiangsu,
    foi golpeado quase até a morte
    por ter três filhos

    Zhang Futao, camponês da província de Jiangsu, foi surrado quase até a morte por mais de 20 agentes da planificação familiar socialista.

    A causa da agressão foi o fato de ele e sua mulher terem três filhos, violando assim política oficial chinesa de filho único, informou a organização China Aid.

    Ele foi hospitalizado em condições críticas na cidade de Xinyi, pois sofreu várias feridas na cabeça durante o espancamento.

    Os agentes socialistas irromperam em sua casa, o sequestraram, o levaram para um quartel, e ainda exigiram a família pagar um resgate.

    No hospital, verificou-se que sofreu fraturas cranianas e hemorragia cerebral.

    Ele perdeu tanto sangue que só não morreu porque a família o levou logo para o hospital.

    Zhang e sua mulher têm três crianças: duas meninas de doze e quatro anos, e um menino de seis.

    A Polícia iniciou uma investigação cujo resultado já se pode prever: nada será descoberto, os culpados ficarão impunes e a vítima corre o risco de ser indiciada.

    Organizações humanitárias estrangeiras estão chocadas pelo grau de violência e aumento de crimes praticados em nome da planificação familiar durante 2013.