Notícia postada no portal de “O Globo”, em 6-12, informa que “CNBB e Marta fazem acordo sobre projeto que criminaliza homofobia”. Segundo a senadora Marta Suplicy o “acordo” foi no sentido de uma “flexibilização da lei.

Tal notícia provocou um verdadeiro escândalo em círculos católicos, uma vez que o tal projeto é inaceitável pela moral católica. Veja-se a respeito nossa campanha que obteve grande sucesso, clicando aqui.

Diante do escândalo, a CNBB publicou uma nota de esclarecimento desmentindo que houvesse o tal acordo (Veja aqui).

Acontece que o tal desmentido nada desmente e deixa claro que a CNBB não se opôs ao citado projeto.

De fato, segundo a nota, a CNBB não fechouum acordo mas “ fez observações, deu sugestões e se comprometeu com a senadora a continuar acompanhando o desenrolar da discussão sobre o projeto. Reiterou, ainda, a posição da Igreja de combater todo tipo de discriminação”.

Por sua vez, o assessor de imprensa da CNBB, Padre Rafael Vieira, em entrevista à ACI Digital, declarou que os bispos não encontraram no texto “nada que aplaudir, nem nada que repudiar”. “A informação que temos é: a senadora fez uma visita à sede da conferência dos bispos, apresentou o seu texto substitutivo do Projeto de lei e os bispos não encontraram no texto dela nada que fosse merecedor de registro”.

Apreciações

A esse repeito, o conhecido site Fratres in Unum publica (7-12) uma apreciação com o seguinte título: “Nota da CNBB desmente ‘acordo’ com Marta Suplicy. Mas não expressa nenhuma desaprovação…”. Comenta Fratres in Unum: “Nada que repudiar?! O fato, Padre Rafael, é que a tibieza na defesa da moral por parte da CNBB pode facilmente ter feito a senadora interpretar tal fato como um “acordo” tácito. Afinal, quem cala consente. Excelências, em nome de vossos propósitos de colaborar ‘em tudo o que diz respeito ao bem da pessoa humana’: pedi demissão de vossos cargos e ide gozar vossas aposentadorias!”

O blog da Família, em matéria postada em 8-12 por Paulo Roberto Campos, acrescenta que a nota “não esclarece por que a CNBB não aproveitou a ‘audiência, no dia 1º de dezembro de 2011’, para então pedir à senadora que desistisse definitivamente de seu infame ‘Projeto de Lei 122/2006’, por ser ele tão contrário às Leis de Deus (…) Não diz que observações e que sugestões teriam feito à senadora petista… No entanto, Marta Suplicy saiu bem contente do encontro, a tal ponto que falou do fechamento de um ‘acordo’ com a CNBB. Sobretudo — o que também causa muita estranheza — a nota não manifesta nenhuma repulsa à aberrante ‘Lei da homofobia’, como se o projeto fosse um outro qualquer, que não atentasse profundamente contra a moral católica “

O tema fica aqui em aberto aos comentários de nossos leitores. Enquanto isso, continuemos em nossa importante campanha de protesto contra a aprovação da abjeta “lei da homofobia”. O leitor pode participar, clicando aqui.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorO “desmentido” que não desmente
Próximo artigoEmitte Spiritum tuum…
Gregorio Vivanco Lopes
Advogado, formado na Faculdade de Direito do Largo São Francisco. Autor dos livros "Pastoral da Terra e MST incendeiam o Brasil" e, em colaboração, "A Pretexto do Combate Á Globalização Renasce a Luta de Classes".

12 COMENTÁRIOS

  1. bom ,o que todos devem saber é que judas andava com jesus era apostolo ,e o que ele fez?
    traiu ,concerteza ha hoje em dia traidores dentro da igreja,não so católica mas em todas.

  2. Olha! Vou ser bem curto no meu depoimento!
    É por estas e outras que a igreja católica vem perdendo seus fiéis!
    Vai chegar o dia em que o Brasil terá a maioria do seu povo evangélico, porque as altoridades eclesiásticas estão se curvando para a política, principalmente o PT, este partido comunista, que pintou a estrela de vermelho, cor do” demo”. DEUS me livre.
    Vamos ver no que vai dar; só o tempo poderá nos dizer!
    Fiquem com DEUS!!!!!

  3. Boa tarde a todos!

    Acho deplorável esta ação da CNBB… Sou Evangélico, porém antes de tudo sou cristão da mesma forma que os católicos também o são.

    A Bíblia Sagrada é bem clara a este respeito da homossexualidade. Deus condena esta prática e nos alerta sobre isto.

    Católicos e Evangélicos estão unidos contra esta aberração chamada de PL122/2006.

    O povo de Deus não pode fazer acordos com algo que vai contra a nossa Fé.

    Se esta Instituição a CNBB irá ficar neutra neste assunto, que fique. Porém estará perdendo todo o apoio dos verdadeiros católicos.

    Esta é uma ação ridícula! Que Deus os abençoem

  4. Como Católica Apostólica Romana não entendo a quem a CNBB obedece. Ela obedece ao Papa Bento XVI ou ao PT. Por que a CNBB também não instrui os padres para que os católicos se manifestem contra essa lei? Acompanho a imprensa e a mesma divulgou que esse projeto foi adiado por pressão dos evangélicos…E os e-mails enviados pelos católicos a imprensa não divulga. Antes o povo católico protestava contra novelas indecentes, contra pornografia e outros assuntos, por que agora a maioria se cala? Sabemos a grande influência que a Igreja Católica tem no Brasil então por que isso não é melhor utilizado para derrubar essas leis absurdas?

  5. A CNBB tem que entender que os VERDADEIROS CATÓLICOS querem o IMEDIATO ARQUIVAMENTO deste asqueroso e racista PLC 122/2006. NADA MAIS. Fora isto é fazer ACORDO COM O DEMÕNIO e seus representantes, como esta SENADORA VULGAR e PROMÍSCUA.

  6. Diante de tantas mudanças infelizes no comportamento humano, me causa estranheza a CNBB, não noticiar qualquer atitude que tenha, na midia, seja ela eletrônica ou escrita, atitude enérgica, mas enérgica mesmo, contra tantas leis e projetos de leis, que venham à enfrentar e talvez, a querer destruir, a moral cristã católica, dos preceitos santos que DEUS nos deixou. O que DEUS criou e nos deixou, devem ser conservados, e nada alterados, pois do contrário, sofreremos muito, não porque o criador quer, mas pelas nossas próprias atitudes. Devemos sempre amar o próximo como pessoa humana, mas nunca os seus atos de qualquer forma contrastante com a lei do amor divino.

  7. Fragmento do texto tirado da declaração da página da CNBB:

    “… Na ocasião, fez observações, deu sugestões e se comprometeu com a senadora a continuar acompanhando o desenrolar da discussão sobre o projeto. Reiterou, ainda, a posição da Igreja de combater todo tipo de discriminação e manifestou, por fim, sua fraterna e permanente disposição para o diálogo e colaboração em tudo o que diz respeito ao bem da pessoa humana …”

    Minha opnião:

    DEUS criou primeiro o homem, da costela a mulher e somente ISSO, mais nada além disso. O inimigo no decorrer dos séculos, fez e ainda faz de tudo para destruir a maior mais bela criação de DEUS, a humanidade. Partindo deste conceito, vejamos, a CNBB fundamentalmente, segue o CDC, que diz:

    “Exercer conjuntamente certas funções pastorais em favor dos fiéis do seu território, a fim de promover o maior bem que a Igreja proporciona aos homens, principalmente em formas e modalidades de apostolado devidamente adaptadas às circunstâncias de tempo e lugar, de acordo com o direito” (Cân. 447).”

    Assim todos estamos carecas de saber que no decorrer dos séculos, a IGREJA sempre uma estrutura que apoiada nas sagradas escrituras, espera a volta de JESUS, dai sermos cristãos, esperando a volta de nosso senhor e nos apoiarmos na lei por ELE deixado:

    “Que vos ameis uns aos outros assim como Eu vos amei.” (Jo 13,31-35)

    Porém, o que vemos é a libertinagem e perverção deste sagrado mandamento. Porém não podemos deixar de observar que a IGREJA sempre foi POLITICA, e sim, é necessário para que no mundo dos homens exista certa concordância, porém é de bom tom e prudencia, que estas necessidades humanas não sejam maiores do que DEUS. E a lei da homofobia é um interesse de poucos que já escolheram se enquadrar fora do contexto da lei deixado por JESUS. Perverter a ordem natural HOMEM x MULHER, é ir contra a evolução de nossa propria raça. Ainda que casais GAYS adotem crianças, é necessário uma MULHER e um HOMEM para a concepção, e mesmo que em laboratorio, ainda sim é preciso uma MULHER para a concepção. Ainda não existem ovulos e espermas sinteticos, que tenham sido produzidos em laboratório, para uma possivel justificativa, veja que nem mesmo um ser humano foi clonado geneticamente com 100% de eficácia. Logo não se faz justiça alterar a oredem natural no meio humano.

    Logo, amar uns aos outros, tem cunho fraternal e não carnal, logo não vejo sentido que um homem ame um homem e uma mulher ame uma mulher, nos dias de hoje, senão apenas pela visão carnal. Salvo raras exceções em familia quando pai, mãe e irmão amam seus entes, de forma fraternal.

    Está claro que a CNBB está apenas atendendo parte de seus interesses quando afirma em parte de seu (Cân. 447):

    “… modalidades de apostolado devidamente adaptadas às circunstâncias de tempo e lugar, de acordo com o direito …”

    Na atual situação, para a CNBB, a circunstancia é uma só, ela não é contra nem a favor, porém fica em cima do muro somente observando, e no que tange o direito, é simples, se a lei emplacar, ela se amodará por questões politicas, pois a primeira a ser atacada antes dos cristãos leigos, será ela mesma, caso contrário, continuará a ser o que é hoje, carismatica, juntando fieis e observando em cima do muro sempre.

    Finalizo com a citação mais clara que JESUS disse:

    “Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus”

    A CNBB que reflita de que lado quer estar, do interesse do povo cristão ou do interesse da politica humana.

  8. A CNBB é um dos braços do esquerdismo mundial com a sua T.L (Teologia da Libertação). Ela não só não é contra, como tem muita vontade de apoiar. Pois, vai de encontro a linha de pensamento do “Grito dos Excluídos” – para eles-, enquantos a nós, ficamos passivos diante disso.
    Temos que denunciar estes bispos, pois eles já estão excomungados.

    Não são nem cristãos. São uns farsantes.

  9. CNBB NA VERDADE É O BRAÇO POLITICO DA IGREJA..E TUDO QUE SE IMISCUI EM POLITICA NÃO É DE BOM ALVITRE….POLITICA É A ARTE DO CONCHAVO, DA FALCATRUA, DA BANDIGEM..DA CORRUPÇÃO.. QUALQUER SEGUMENTO QUE DEMANDE UM BRAÇO POLITICO ESTÁ SUJEITO AS SUGEIRAS INERENTE A POLITICAGEM.. ESTÁ SUJEITO AOS INTERESSES DE QUEM ASSUME O CARGO POLITICO.. NA RELIGIAO NÃO É DIFERENTE…A CNBB VAI DAR É PEDIR MUITA COISA ATÉ SACRAMENTAR DE VEZ O INTERESSA DESSA ESCORIA CHAMATA MARTA SUPLICY E PT….

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário!
Por favor insira seu nome