Coerência, entusiasmo (versus) fanatismo e cegueira

0

As verdades da Fé iluminam a inteligência, robustecem a vontade, temperam a sensibilidade. As esquerdas midiáticas tentam demonizar (sem sucesso) os movimentos conservadores que desafiam os slogans publicitários, rezam publicamente o Rosário, afirmam os princípios da Lei Natural, os Valores Morais.

Entusiasmo não é fanatismo

Transcrevemos abaixo um trecho de comentários do Prof. Plinio esclarecendo a noção de entusiasmo e condenando o fanatismo. Vejamos:

“Que sejam entusiásticos é óbvio. E que há de mais louvável do que entusiasmar-se alguém pela defesa da tradição, da família e da propriedade, ameaçadas por tantos fatores na sociedade contemporânea? Não confundamos, porém, entusiasmo com fanatismo. Ai das civilizações que menosprezam o entusiasmo e dele desconfiam! Sua alma se estiola e elas tendem ao declínio.

Entusiasmo é o amor ardente por ideais verdadeiros e elevados. Ele inspira desprendimento, dedicação, operosidade. Fanatismo é adesão ardente a objetivos falsos. Ele inspira crueldade, falsidade, desordem.

“Se alguém imagina ver na TFP algum traço de fanatismo, cumpre que o aponte em concreto e circunstanciadamente. Estamos certos de lhe poder fornecer elucidações inteiramente tranqüilizadoras a respeito.” https://www.pliniocorreadeoliveira.info/MAN%2075-05-21%20A%20TFP%20em.htm

Quid est veritas, inquiriu Pilatos

Nosso Senhor respondeu: Eu sou o caminho, a Verdade e a Vida. Não venham pois os relativistas, os subjetivistas, os negadores de uma Verdade objetiva nos impugnar como o fez Pilatos a Nosso Senhor: O que é a verdade?

Fiquemos com Nosso Senhor que fundou a Santa Igreja para perpetuar os benefícios da Redenção, ser a fiel guarda da Revelação e luz para os homens.

Deixe uma resposta