Com a guerra as atenções se voltam para a Mensagem de Fátima

0

Fátima significa um castigo indispensável e uma perspectiva empolgante, mas também uma exortação à oração, à penitência e à emenda de vida

Fonte: Revista Catolicismo, Nº 857, Maio/2022

Maio, o mês por excelência de Maria, celebra no dia 13 a primeira aparição da Santíssima Virgem aos pastorzinhos Lúcia, Francisco e Jacinta, quando muitos países estavam ainda se debatendo numa grande guerra.

Foi em Fátima que a Santíssima Virgem profetizou em 13 de julho de 1917: “Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz. A guerra vai acabar; mas, se não deixarem de ofender a Deus, virá outra pior”.

Dito e feito! Profecia realizada. A Primeira Guerra Mundial acabou no ano seguinte, mas como não acabaram as ofensas a Deus, em 1939 eclodiu a Segunda Grande Guerra, ensanguentando a maioria das nações da Terra.

No final deste mês completam-se 100 dias da explosão da guerra no leste europeu. Todos vimos como ela começou, mas ninguém sabe como nem quando terminará. Encerrar-se-á com um vergonhoso acordo? Ou com um ataque nuclear?

Analistas internacionais não descartam essa catastrófica possibilidade, tendo em vista que Putin, no desespero — pois não contava com a heroica resistência do povo ucraniano, que vem impondo sérios reveses ao seu exército, apresentado como invencível —, poderá fazer uso de suas temíveis armas atômicas.

Mariupol, cidade localizada no leste da Ucrânia, destruída pelos ataques da Rússia

Caminhamos rumo a uma Terceira Guerra Mundial? Quem sairá vencedor? Impor-se-á ao mundo um novo globalismo soviético, com o igualitarismo, o ateísmo e o materialismo marxistas contaminando ainda mais todo o gênero humano como um câncer?

Há remédio contra essa possível catástrofe? — Sim. Em Fátima, Nossa Senhora nos prescreveu três: oração, penitência, emenda de vida!

Em artigo publicado na revista Catolicismo, na edição de maio de 1967, Plinio Corrêa de Oliveira estabeleceu uma relação entre Fátima e Guerra Mundial, mostrando como as exortações da Santa Mãe de Deus e esses três remédios apontados sanariam a terrível crise do mundo moderno.

Mas, caso a Senhora de Fátima não fosse atendida, sobreviria o castigo universal. Em compensação, após esse castigo seria inaugurada uma era histórica com perspectiva empolgante, ou seja, o Reino de Maria para todos os povos.

Como auxílio para bem entender a atual conjuntura, diante da possibilidade de eclosão de uma nova guerra mundial, a revista deste mês reproduz o referido artigo como matéria de capa [foto no topo].

____________

Para fazer uma assinatura da Revista Catolicismo envie um e-mail para catolicismo@terra.com.br

  FátimaGuerra MuncialNossa SenhoraPutinRússiaUcrâniaURSS

Deixe uma resposta